11 filmes com as menores bilheterias de todos os tempos
420
Compartilhamentos

11 filmes com as menores bilheterias de todos os tempos

Último Vídeo

Quando se fala das maiores bilheterias de Hollywood, a contagem final para esses estouros cinematográficos atinge facilmente os oitos dígitos. Claro que existem as exceções, mas em sua maioria são filmes com grandes orçamentos estrelados por nomes reconhecidos mundo afora. Eles têm que fazer render o que gastaram.

Porém, existem aqueles espetaculares fracassos de bilheteria dos quais produtores, diretores e até mesmo os atores preferem esquecer. Há uma grande quantidade de filmes que causaram pouco impacto nas vendas e que não são dignos nem de menção. Isso é, até agora. Confira os 11 filmes que não renderam nem 400 dólares, as menores bilheterias de todos os tempos.

11º lugar — Apartment 143 (2012)

Bilheteria: US$ 383

O fracasso financeiro deste filme de terror mexicano não foi resultado de estratégias de marketing de qualidade discutível. Seu distribuidor nos Estados Unidos, Magnolia Pictures, ganhou um prêmio de Melhor Pôster de Horror. Mas isso foi pouco para que o filme fosse um estouro no cinema. Durante uma semana, ele conseguiu apenas US$ 383 de rendimento nas bilheterias.

Além disso, o longa não atingiu a pontuação crítica no Rotten Tomatoes, o que significa que apenas 24% da audiência ficou satisfeita com a história. Ou seja, foi realmente um grande fracasso do qual até mesmo os próprios atores preferem esquecer.

10º lugar — The Marsh (2007)

Bilheteria: US$ 336

Lembra-se de Forest Whitaker: Ele ganhou o Oscar de Melhor Ator por sua interpretação de Idi Amin em "O Último Rei da Escócia" e apenas um mês depois do acontecido, voltou a ser notícia por causa desse thriller sobrenatural que ele estrelou ao lado de Gabrielle Anwar. Porém, com três dias em cartaz, o longa recuperou menos de 0,005% de seu orçamento de US$ 7 milhões.

9º lugar — Trojan War (1997)

Bilheteria: US$ 309

Jennifer Love-Hewitt, a mesma atriz que virou uma estrela na série "Party Of Five", filmou esse título que pode ser considerado uma versão adolescente de "After Hours", longa de Martin Scorsese. Mas nem mesmo a grande população jovem americana salvou esse filme que custou cerca de US$ 15 milhões para a Warner Bros.

Ele ficou uma semana em cartaz nos cinemas dos Estados Unidos, mas rendeu apenas US$ 309, o que nem de longe é suficiente para um filme nesse nível. Por isso, acabou entrando para o ranking dos filmes com menores rendimentos da História. E ainda assim estrelado por uma atriz de renome. 

8º lugar — Intervention (2007)

Bilheteria: US$ 279

Para "Intervention", ganhar o prêmio de Melhor Diretor e de Melhor Atriz para Jennifer Tyler (que é mais um nome de peso no elenco que conta com Andie MacDowell, Colm Feore, Rupert Graves e Donna D'Errico) no Festival de Filmes de San Diego não foi suficiente para garantir uma boa bilheteria. US$ 279 em três dias. Merecia muito mais.

7º lugar — Playback (2012)

Bilheteria: US$ 264

Você acha que todo filme estrelado por artistas reconhecidos, aqueles galãs de cinema, fazem sucesso estrondoso? Digamos que não é bem assim. Alguns títulos podem contar com estrelas de renome, mas mesmo assim serem um fracasso de bilheteria. É o caso de "Playback", um longa estrelado pelo famoso Christian Slater.

 Aparentemente, o nome de Christian não foi o suficiente para "Playback" estourar nas salas de cinema. Na semana de estreia, ele conseguiu apenas US$ 252, e ganhou mais US$ 12 na semana seguinte. Quer conferir o filme? Ele está disponível para os clientes do serviço de streaming Netflix, pelo menos na programação de outros países.

6º lugar — Pretty Village, Pretty Flame (1998)

Bilheteria: US$ 211

Este filme iugoslavo prova que os títulos que fazem sucesso em um continente pode não fazer em outro. Nos cinemas americanos, ele recebeu muitas críticas positivas, mas só conseguiu US$ 211 dólares de venda de ingressos. Diante de tanto fracasso, "Pretty Village, Pretty Flame" ficou somente uma semana em cartaz em uma única sala de cinema.

5º lugar — The Ghastly Love Of Johnny X (2012)

Bilheteria: US$ 117

Esse foi outro filme indicado para prêmios no circuito de festivais de cinema americano, sendo cinco indicações ao todo. Trata-se se um filme de ficção científica misturado com musical que tinha tudo para estourar, mas só conseguu US$ 117 de bilheteria durante a semana que ficou em cartaz em uma sala de cinema em Kansas City, em outubro de 2012.

Mas ele não desistiu e voltou para outras salas de cinema, em 2013. Foi quando o filme conseguiu atingir US$ 1 mil ao ficar em duas salas em Los Angeles. Juntando todo o rendimento, o longa conseguiu cerca de US$ 2.436, enquanto precisou de US$ 2 milhões para ser feito. Muito pouco rendimento para tanta despesa.

4º lugar — The Objective (2009)

Bilheteria: US$ 95

Daniel Myrick foi quem codirigiu o filme "A Bruxa de Blair", mas parece que esse foi o seu único longa de sucesso. Depois dele, Myrick dirigiu alguns outros longas, a maioria dos quais foi direto para DVD, sem estreia nas salas de cinema, Mas, em março de 2009, ele apostou todas as suas fichas nesse filme de ficção científica. Perdeu, é claro.

"The Objective" surgiu em apenas uma sala de cinema na Cidade de Nova York, na qual conseguiu apenas US$ 95. Porém, quando estreou em Los Angeles, cerca de um mês depois de seu catastrófico surgimento em NYC, o longa estourou e rendeu mais ou menos US$ 2 milhões. Nada mal para quem fracassou na estreia.

3º lugar — Dog Eat Dog (2009)

Bilheteria: US$ 80

Esse drama colombiano de Carlos Moreno foi indicado para vários festivais de cinema e outros eventos da indústria cinematográfica, como o Grande Prêmio do Júri no Cinema Mundial. Além disso, também ganhou uma série de prêmios. Mas esse reconhecimento crítico não foi o suficiente para sustentar o longa para uma grande estreia mundial.

O filme foi para os cinemas e na primeira semana conseguiu nada mais do que US$ 80 de bilheteria. Só isso não foi capaz de manter o título em cartaz por muito tempo, já que o rendimento não foi suficiente para nada. Então, ele acabou entrando para o ranking dos filmes que quase deram prejuízo para os produtores.

2º lugar — Storage 24 (2013)

Bilheteria: US$ 72

Se "Storage 24" tivesse atingido míseros US$ 100, o diretor Johannes Robert afirmou que já ficaria feliz. Porém, o longa conseguiu bem menos que isso: somente US$ 72. Embora os analistas apontem "The Lone Ranger" como o fracasso de 2013, há quem afirme que esse foi o pior título do ano em rendimento.

Assim como “Zyzzyx Road”, o longa-metragem ”Storage 24” também ficou em cartaz por uma semana em uma única sala de cinema. "Você veja o filme pelo que ele é, nós não tínhamos dinheiro. Porém, éramos ambiciosos", disse o coescritor Noel Clarke para a Indiewire. Realmente, não foi uma grande façanha.

1º lugar — Zyzzyx Road (2006)

Bilheteria: US$ 30

Acha o título desse filme bem estranho? Pois é, eu também acho. Mas não foi somente esse o grande erro. O longa-metragem estrelado por Tom Sizemore e Katherine Heigl estreou em apenas uma sala de cinema, o Highland Park Village Theater, em Dallas. Ele ficou em cartaz por uma semana inteira, mas, pasme: apenas seis pessoas assistiram.

Ao final, somente US$ 30 foram contabilizados em venda de ingressos, tornando-se o filme de menor bilheteria de todos os tempos. Em 2012, o título foi adquirido pela GoDigital para distribuição e o diretor de marketing da empresa disse em entrevista para o The Hollywood Reporter: "Estou confiante de que este filme não vai fazer mais do que 30 dólares". Na mosca!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.