Modelos muito magras não são bem aceitas pelas consumidoras

Modelos muito magras não são bem aceitas pelas consumidoras

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Victoria Beckham na campanha da Armani - Crédito: Divulgação/Armani

Você já deixou de comprar um produto, porque a modelo do anúncio era muito magra? De acordo com uma nova pesquisa, a magreza excessiva de algumas modelos pode repelir as consumidoras, que passam a ficar na defensiva contra o produto ou serviço.

De acordo com o relatório divulgado no Daily Mail, as mulheres bonitas e com o corpo em forma podem sim impulsionar as vendas, mas quando a sua imagem é utilizada de forma mais sutil.

Os pesquisadores da Warwick Business School, no Reino Unido, descobriram que as mulheres se “desligam” automaticamente de produtos colocados ao lado de closes de imagens de modelos femininas ou celebridades como Victoria Beckham ou Miranda Kerr.

Leia também:

Segundo a Dra. Tamara Ansons, que faz parte da equipe da pesquisa, isso acontece porque uma modelo muito magra desencadeia um mecanismo de conflito e desprezo nas mulheres, o que ajuda a elas se sentirem mais confortáveis com a sua própria aparência. Porém, nem tudo está perdido para o trabalho das tops magras, pois, segundo a Dra. Ansons, a fórmula de sucesso dos anunciantes para agradar as consumidoras é mostrá-las em imagens sutis.

"Nós descobrimos que a maneira como a imagem da modelo perfeitamente em forma foi utilizada foi muito importante na determinação de um efeito positivo ou negativo sobre a autopercepção das mulheres”, disse a pesquisadora.

Candice Swenepoel - Crédito: Divulgação/Victoria's Secret

Para chegar a esse resultado, o estudo foi feito com a distribuição de páginas de revistas com anúncios diferentes para as participantes. Entre as propagandas, havia uma de vodca. Algumas mulheres receberam anúncios que não apresentavam uma modelo atraente, outras mulheres receberam aqueles que tinham modelos de biquíni e, na página ao lado havia uma imagem da vodca, sutilmente expondo-os à imagem idealizada do sexo feminino. Para um terceiro grupo, foram distribuídos os anúncios com imagens da modelo ao lado da vodca.

Sobre a conclusão, a pesquisadora disse que as modelos atraentes (e magras) e celebridades são normalmente utilizadas em propagandas e estudos anteriores mostraram reações diversas, tanto positivas quanto negativas. "Nós queríamos descobrir por que isso acontecia e vimos que a autopercepção e os consequentes efeitos da avaliação do produto pelas mulheres dependem do grau de atenção dada à imagem idealizada de uma mulher em anúncios publicitários", explicou a pesquisadora.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.