O desespero de um casal para salvar a vida de seu filho com hidrocefalia
08
Compartilhamentos

O desespero de um casal para salvar a vida de seu filho com hidrocefalia

Último Vídeo

Qualquer pessoa se compadece ao ver uma criança sofrendo por alguma doença. O pai e a  mãe, então, entram em completo desespero ao ver os seus filhos doentes, seja qual for a enfermidade ou o grau dela. Você vai conhecer o drama de Ding Meiling e seu marido, um casal de chineses que estão apavorados, tentando ajudar o seu menino.

Ela é mãe de Cao Pengwei, um garotinho de três anos que foi diagnosticado com hidrocefalia aos dois. De lá para cá, o cérebro da criança dobrou de volume e não há absolutamente nada que os pais possam fazer, uma vez que o filho precisa de uma cirurgia e eles não têm nenhum dinheiro para isso. O casal implora por ajuda.

O que é hidrocefalia?

Muita gente sabe o que é, mas para quem não tem ideia do que estamos falando, a hidrocefalia acontece quando o líquido cefalorraquidiano — fluído que se encontra no cérebro e na medula espinhal — é impedido de circular pelo corpo e se acumula na cabeça, mais especificamente dentro do crânio, resultado no inchaço cerebral.

Segundo a Associação de Hidrocefalia, 2 em cada 1.000 bebês nascem com "água no cérebro", como a doença é popularmente conhecida. Não há cura e as crianças precisam de muitos tratamentos e cirurgias para que tenham um pouco de qualidade de vida. A coordenação física e mental é, obviamente, comprometida.

As condições de Cao

O garotinho agora precisa passar por uma cirurgia para que o líquido seja drenado do seu cérebro. Além disso, um tubo de plástico precisa ser inserido no interior do ventrículo cerebral — ou perto da medula espinhal — para desviar o fluxo do fluído e impedir que ele se acumule novamente no cérebro do menino. O problema maior? Dinheiro.

"Eu estou desgastada pelo tratamento, mas não quero desistir", disse a mãe do menino em meio a muitas lágrimas. "Eu não tenho qualquer solução agora. Espero que as pessoas de bom coração possam ajudar o meu filho". O menino já esteve internado, mas precisou deixar o hospital porque os pais não podiam pagar pelo tratamento.

Sempre há esperança

Hoje, a dívida da família chega a mais de 200 mil yuan (algo em torno de 104 mil reais). Eles não tiveram condições nem de lutar pela vida do irmão gêmeo de Cao, que morreu quando tinha três meses de idade. Ding e seu marido temem perder mais um filho e estão desesperados, implorando para que almas caridosas possam ajudá-los.

"Os médicos sugeriram que devemos organizar a cirurgia, mas não temos dinheiro", disse o pai. E a mãe complementa: "A gente espera que possa aparecer alguém para salvar o nosso filho. E no que depender da gente, nós vamos salvá-lo, não importa o quanto isso vai nos custar". Também esperamos que apareça um anjo na vida de Cao.

Atenção, imagens fortes!

Não disponibilizamos as imagens porque elas são bastante fortes. Caso você queira mesmo visualizá-las, clique aqui e visite o link com a matéria original.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.