De onde veio o papo de que Cristóvão Colombo pensava que a Terra era plana?
185
Compartilhamentos

De onde veio o papo de que Cristóvão Colombo pensava que a Terra era plana?

Último Vídeo

Quem nunca ouviu essa conversa de que Cristóvão Colombo achava que a Terra era plana? Inclusive há quem diga que, durante sua viagem ao Novo Mundo, o genovês chegou a acorrentar e até açoitar os membros da tripulação que temiam que todos morreriam quando as embarcações chegassem ao limite do mundo e despencassem no vazio, sugerindo que não era só Colombo que pensava que o nosso planeta parecia uma panqueca!

Terra planaDe onde veio essa conversa, afinal? (BelovedPlanet)

Aliás, muitos terraplanistas por aí se apoiam nessa “informação histórica” para dar peso à sua teoria. Mas todo mundo sabe que essa história não passa de mito e que Colombo estava careca de saber que a Terra é esférica, certo? Então, de onde foi que saiu esse papo de que o almirante — e a galera que viveu na Idade Média — achava que o nosso planeta era plano?

Papo furado

De acordo com um fascinante artigo de Sarah Sloat, do site Inverse, na época de Colombo, a maioria das pessoas que tinha recebido educação sabia que o mundo era esférico, uma vez que inúmeros livros publicados na Europa entre os séculos 13 e 16 já dissertavam a respeito da “esfericidade” da Terra.

pitágorasO matemático grego Pitágoras já sabia! (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Inclusive, um dos volumes, redigido no comecinho do século 13, se chamava “A Esfera” e se tornou leitura obrigatória nas universidades europeias a partir do século 14 e foi usado como referência por mais de 500 anos! Na verdade, já se falava que a Terra era esférica por volta do século 6 a.C. — graças ao ilustre matemático grego Pitágoras, que foi o primeiro a propor que esse devia ser o formato do nosso planeta.

Geographia"Geographia", de Ptolomeu (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Depois veio o matemático e astrônomo Ptolomeu, que, com base nas ideias de seu conterrâneo, redigiu a obra Geographia no século 2 — um atlas do qual Colombo tinha uma cópia. A realidade é que, segundo os historiadores, desde o século 3 a.C. (salvo por algumas pouquíssimas exceções) ninguém na história da civilização ocidental que tenha recebido um mínimo de educação acreditava que a Terra fosse plana, e existem incontáveis registros produzidos na Idade Média por artistas, poetas, teólogos, cientistas, clérigos... enfim, milhares de exemplos que comprovam que o planeta era aceito como esférico e ponto-final.

Balelas e mentiras

De acordo com Sarah, essa conversa de que o pessoal da Idade Média ou Cristóvão Colombo acreditava que a Terra era plana só foi surgir mesmo em meados do século 19, por causa de um acadêmico francês e de um escritor norte-americano. O francês era Antoine-Jean Letronne, que resolveu escrever um artigo no qual alegava que Colombo teria provado que o mundo era esférico para fazer pirraça — e fazer a turminha da Igreja parecer “burra”.

Washington IrvingOlha o Irving aí! (Wikimedia Commons/Domínio Público)

Já o norte-americano era Washington Irving, que resolveu escrever um livro sobre o assunto, achou que a trama ficaria mais interessante se ele escrevesse que Colombo estava convencido de que a Terra era plana — e simplesmente mentiu a respeito da história. O tal volume, intitulado The Life and Voyage of Christopher Columbus (A Vida e a Viagem de Cristóvão Colombo, em tradução livre) foi publicado em 1829, e foi daí que surgiu o mito.

Terra planaE foi mais ou menos assim! (Mic/Artur Balytskyi/Shutterstock)

A Sociedade da Terra Plana — sobre a qual já falamos aqui no Mega Curioso — foi fundada alguns anos depois do lançamento do livre de Irving, em 1884, e é uma das grandes responsáveis por existir gente por aí que, em pleno ano de 2017, acredita que vivemos em um mundo que parece uma imensa pizza!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.