Plataforma digital consegue ampliar índice de leitura em escolas

Plataforma digital consegue ampliar índice de leitura em escolas

Último Vídeo

Um concurso literário digital chamado “Li, Gravei - Concurso de Booktubers”, realizado no primeiro semestre de 2019 pela plataforma de leitura Árvore de Livros, conseguiu a proeza de, durante um único mês, fazer com que alunos de diversas escolas do Brasil lessem mais de 1900 livros acessados por dispositivos eletrônicos, atingindo uma marca superior a 5 mil horas de leitura! 

A proposta do concurso era que, via plataforma digital Árvore de Livros, os alunos dos anos finais do ensino fundamental e do nível médio se envolvessem na leitura de obras clássicas da literatura brasileira — de Machado de Assis a Marina Colasanti — e produzissem, em pequenas equipes, uma resenha em vídeo para o YouTube. 

Ao promover a conexão entre esses diferentes formatos de linguagem sem sair do mundo digital, o preferido dos jovens, a Árvore de Livros busca atingir o objetivo de formar novos leitores nas escolas num momento em que o desempenho dos alunos brasileiros é considerado “estacionado” em leitura, matemática e cicências segundo os dados do Pisa 2018, exame internacional de educação promovido pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) cujos resultados foram divulgados no último dia 3 de dezembro.

                             Foto: Blog Árvore de Livros/Reprodução

A Árvore de Livros 

Lançada em 2014, a Árvore de Livros é uma edtech, nome dado a empresas que desenvolvem e se utilizam da tecnologia para potencializar a aprendizagem. Reconhecendo que leitura é a atividade primordial no envolvimento do estudante com as diversas áreas do conhecimento, a empresa tem como premissa filosófica que "incentivar o hábito da leitura ajuda os alunos a terem sucesso acadêmico e a se tornarem cidadãos mais críticos e ativos na sociedade."

A missão (ambiciosa) da "Árvore" é transformar a educação no Brasil por meio da formação de novos leitores. 

Inspirada no lema "plantar leitura muda histórias!", a plataforma mantém atualmente parceria com mais de 600 editoras, o que permite a disponibilização on-line de mais de 30 mil títulos divididos entre livros, jornais e revistas de todo o mundo. Mas o papel de biblioteca digital é pequeno para os objetivos da Árvore de Livros, que aposta numa equipe pedagógica de apoio a educadores, em relatórios individualizados de acompanhamento de leituras e em outros projetos similares ao vitorioso "Li, Gravei".  

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.