Mal sabia o fotógrafo Sam Edmonds que uma viagem a Bangladesh, para participar de um festival internacional de fotografia, o aproximaria de uma história que demonstra o amor e a cumplicidade entre cães e humanos. O festival em questão, chamado Chobi Mela, é o maior do tipo na Ásia e foi por causa dele que o australiano foi até a capital desse país, que tem 161 milhões de habitantes e o tamanho do estado do Ceará.

Durante um passeio por um dos parques de Daca, o Robindra Shorbod, Edmonds se deparou com um grupo de oito órfãos que vivem nas ruas acompanhados dos seus entes queridos mais próximos: os cães que eles adotaram. Na hora, o fotógrafo percebeu que precisava dar visibilidade àquela história fascinante e perguntou se os meninos não gostariam de participar de um ensaio fotográfico.

Ao Bored Panda, Edmonds escreveu que os órfãos do Robindra formavam uma família ao estabelecerem laços entre si e ao incluírem nela os membros de outra espécie. Para ele, aquilo demonstrava a resiliência e, acima de tudo, a cumplicidade entre essas crianças e os seus animais de estimação. A seguir, você confere como ficou a série de fotos:

1. Osman e seu cão Tiger

Osman e seu cão Tiger

2. Noyon e Bullet

Noyon e Bullet

3. Rabi e Kalu

Rabi e Kalu

4. Shakil e Jax

Shakil e Jax

5. Sumaia e Tiger

Sumaia e Tiger

6. Ladin e Michael

Ladin e Michael

7. Rubel e Romeo

Rubel e Romeo

8. Al Amin e Michael

Al Amin e Michael