Existe uma teoria que tenta ligar todo mundo no planeta com o menor número de etapas possível: ela é chamada de “seis graus de separação”. Segundo ela, você pode estar “conectado” ao papa ou a Marilyn Monroe em no máximo seis passos – alguns estudiosos apontam que a globalização já reduziu esse número para cinco, mas vamos nos ater à teoria clássica.

Nós já fizemos um vídeo mostrando como o gênio da Física Albert Einstein está ligado ao gênio das redes sociais Whindersson Nunes. Agora, trazemos uma nova animação, ligando outro personagem histórico – e polêmico, muuuuito polêmico – a outro mestre de popularidade das redes sociais brasileiras. Assistam à nossa conexão entre Adolf Hitler e Felipe Neto:

Caso você não possa ouvir o vídeo, ou esteja mais a fim de saber a história de cada ligação – inclusive com comprovações por foto, já que somos desses –, você pode ler a teoria abaixo:

Passo 1: Adolf Hitler Neville Chamberlain

O ditador alemão do Partido Nazista entre 1932 e 1945 foi o principal responsável pelo desencadeamento da Segunda Guerra Mundial. Antes desse conflito, porém, Hitler assinou o Acordo de Munique, que entregou parte do território da antiga Tchecoslováquia à Alemanha. E sabe quem mais assinou esse papel? Neville Chamberlain, então Primeiro-Ministro do Reino Unido.

Hitler e Neville Chamberlain

Passo 2: Neville Chamberlain → Rei George VI

Durante três anos, entre maio de 1937 e maio de 1940, o Reino Unido tinha como Primeiro-Ministro o político Neville Chamberlain, do Partido Conservador. Ele entregou o cargo ao mais lembrado Winston Churchill, mas essa é outra história. Por conta de sua função, Chamberlain se encontrava com frequência com o rei George VI, que governou o país entre 1936 e 1952.

passo 2

Passo 3: Rei George VI → Rainha Elizabeth II

O estresse da Segunda Guerra e o excesso de tabagismo contribuíram para uma série de doenças, entre elas o câncer de pulmão, que enfraqueceram a saúde do rei. Assim, 16 anos após assumir o trono, George VI faleceu, em 6 de fevereiro de 1952, em decorrência de uma  trombose coronariana. Após a morte do monarca, assumiu o trono sua filha mais velha, Elizabeth II, na época com 25 anos.

Elizabeth II

Passo 4: Rainha Elizabeth II → Meryl Streep

O reinado de Elizabeth II é o mais longo de toda a história da monarquia britânica: com 65 anos e 8 meses, até o momento, ela bateu o recorde de sua tia-bisavó Victoria I, que ficou 63 anos no poder. Após tantos anos à frente da monarquia britânica, é natural que Elizabeth tenha conhecido uma infinidade de celebridades de todos os cantos do mundo. Em 1980, por exemplo, ela se encontrou com a atriz norte-americana Meryl Streep.

Meryl Streep

Passo 5: Meryl Streep → Peter Dinklage

Meryl é uma das mais condecoradas atrizes de todos os tempos. No Oscar, já são 20 indicações e 3 prêmios. No Globo de Ouro, são 30 indicações e 9 vitórias. Ela também tem uma indicação ao Tony Awards, do teatro norte-americano, por “A Memory of Two Mondays”, de 1976. Ela voltou aos palcos em 2005, na peça “Hope Leaves the Theater”, ao lado de Peter Dinklage.

Meryl Streep

Passo 6: Peter Dinklage → Felipe Neto

Famoso nos dias de hoje pelo papel de Tyrion Lannister, em “Game of Thrones”, o pequeno grande ator coleciona uma vasta carreira, com outros sucessos, como “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”, “O Agente da Estação”, “Pixels” e “Morte no Funeral”. Ele já foi entrevistado por inúmeras pessoas ao redor do mundo, inclusive pelo brasileiríssimo Felipe Neto, em 2015!

Felipe Neto

***

Gostou dessa ligação? Provamos mais uma vez que os seis graus de separação nunca falham! Escreva nos comentários quem você gostaria de ver conectado, e não se esqueça de deixar seu recadinho lá no YouTube também: você pode ganhar um Tip de pelúcia!