10 casas que são símbolos da resistência contra a especulação imobiliária
3.541
Compartilhamentos

10 casas que são símbolos da resistência contra a especulação imobiliária

Último Vídeo

1. Em 2006, ofereceram US$ 1 milhão para Edith Macefield, na época com 84 anos, vender a sua casa, em Seattle (EUA), mas como ela recusou, o prédio foi construído em volta. Sua história serviu de inspiração para o filme “Up – Altas Aventuras”.

Casa

2. Mary Cook se recusou a vender sua casa, construída no final do século XIX, em Nova York, e agora a construção está ladeada por dois prédios enormes!

Casa

3. Entre 2008 e 2012, esta casa na província de Zhejiang, na China, foi um dos maiores símbolos da resistência contra o desenvolvimento. Os moradores lutaram bravamente para permanecer no local, fazendo com que uma rodovia fosse construída no entorno da residência. Por fim, governo e moradores entraram em um acordo e a casa foi demolida.

Casa

4. O proprietário desta casinha, em Washington (EUA), negou uma oferta de US$ 3 milhões e permaneceu entre gigantes. Porém, anos mais tarde ele vendeu o residência para uma rede de pizzarias, que pagou US$ 4 milhões pelo local, que foi inteiramente reformando, preservando a arquitetura original.

Casa

5. Em Guangzhou, na China, três famílias se recusaram a sair desse prédio, que acabou ficando no meio de uma grande rotatória elevada.

Casa

6. Em Toronto, no Canadá, o morador do lado esquerdo desse duplex não quis vender a sua parte, fazendo com que os novos compradores adotassem uma medida inusitada: cortar a casa ao meio!

Casa

7. Uma família chinesa não queria transferir os túmulos de seus antepassados, e o imbróglio durou 10 meses. Enquanto isso, o novo prédio foi construído, com uma imensa coluna no meio contendo os restos mortais de uma galera. Por fim, a família concordou com a mudança.

Casa

8. Em Kumnming, na China, as autoridades construíram um fosse ao redor desta construção para tentar forçar os moradores a aceitarem a oferta para vender o prédio.

Casa

9. Das 241 família deste bairro, apenas uma se recusou a vender a residência, travando uma batalha de 3 anos que acabou em 2007, quando enfim os moradores e a construtora entraram em um acordo.

Casa

10. Em Suzhou, na China, uma família resistiu à especulação imobiliária e continuou vivendo em sua residência mesmo com toda a vizinhança tendo sido vendida para um condomínio de luxo.

Casa

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.