Psicopatas podem ser curados?
112
Compartilhamentos

Psicopatas podem ser curados?

Último Vídeo

Em todo o mundo, entre 1% e 2% dos homens e 0,3% e 0,7% das mulheres são psicopatas, o que significa, basicamente, que essas pessoas têm características específicas de comportamento e socialização.

Em termos de comportamento, são carismáticas, impulsivas, perseverantes e, claro, podem ser cruéis. Por não conseguirem experimentar sentimentos de empatia, não conseguem se comover com o sofrimento alheio e, em muitos casos, chegam a gostar de ver as outras pessoas sofrendo – não é à toa que muitos psicopatas chegam a cargos hierárquicos elevados.

Para um psicopata, a incapacidade de sentir empatia não é um problema, e se você já se preocupou se poderia ou não ser um psicopata, seguindo essa lógica é bem possível que você não seja.

Em termos de cura, ainda que essa palavra não seja a mais adequada aqui, a verdade é que um verdadeiro psicopata jamais poderá ser curado. Ou seja: ele nunca conseguirá mudar a forma como se sente em relação a outras pessoas e às próprias atitudes.

Personalidade psicopata

psicopata

Para um psicopata, não há nada de errado com a sua forma de agir e de pensar: “Pelo que eu já li, já ouvi, já vi e já vivenciei até agora, pessoas com distúrbios de personalidade da tríade negra não podem e não irão mudar”, explicou Perpetua Neo, Doutora em Psicologia e terapeuta, em conversa com o Business Insider.

Ela esclareceu que pessoas narcisistas, maquiavélicas e psicopatas são muito boas em fingir ser alguém que não são, conseguindo até mesmo manipular terapeutas e psicólogos. São pessoas capazes de criar personagens detalhadamente e, a partir do que inventaram, seguem um padrão de personalidade social que não correspondem ao que realmente são.

Nigel Blackwood, psicólogo forense, explica que psicopatas não sentem medo de julgamentos sociais ou de serem punidos eventualmente. São pessoas que não se importam com regras sociais e com o impacto dessas normas em suas vidas, e que por isso podem se envolver em crimes – se forem presos, simplesmente não dão a mínima.

Vale lembrar que nem todo psicopata se tornará um criminoso, e que muitos vivem a vida toda sem que ninguém perceba que são psicopatas. Causando ou não problemas, não há qualquer evidência de que são capazes de alterar a própria personalidade.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.