Conheça algumas leis bizarras do mundo europeu
Seja o primeiro a compartilhar

Conheça algumas leis bizarras do mundo europeu

Último Vídeo

Em todo o mundo, as leis são criadas para normatizar a convivência e garantir que todos possam ter seus deveres e direitos assegurados de maneira democrática. Mas, como as leis são criadas por seres humanos, há também algumas regras bem particulares e — por que não?  bizarras. Afinal de contas, você já ficou em dúvida se poderia casar com um pessoa morta? Ou se é possível beber e cavalgar sem ser multado? Confira algumas leis inusitadas da Europa.

Inglaterra e Escócia

É ilegal manusear salmões em situações suspeitas. A Lei do Salmão é de 1986 e regulamenta a pesca dessa espécie nas regiões costeiras leste e nordeste da Inglaterra e da Escócia. Apesar de existirem 43 parágrafos, o 32º é com certeza o que mais atrai a atenção, já que afirma que "é ilegal lidar com um salmão em circunstâncias suspeitas". A intenção, na verdade, é proibir a pesca ilegal desse peixe tão desejado.

Na Inglaterra também é ilegal beber e cavalgar. Isso mesmo: você não leu errado. A terra da rainha já tinha leis que proibiam motoristas (ou cavaleiros) de beber e dirigir mesmo antes de os automóveis dominarem as ruas. De acordo com a lei britânica, "sob o Ato de Licenciamento de 1872, é uma ofensa estar bêbado e encarregado de carruagem, cavalo, vaca ou motor a vapor, ou enquanto estiver de posse de uma arma de fogo carregada".

E cuidado! Se você estiver com uma doença contagiosa grave, como a praga, é proibido entrar em um táxi na Inglaterra. A Lei de Saúde Pública (Controle de Doenças) de 1984 preve que todo passageiro doente deve informar sua situação ao motorista antes, e aí cabe ao prestador de serviço decidir se deixa ou não a pessoa entrar. Já motoristas de ônibus são proibidos de transportar indivíduos com doenças “notificáveis”, incluindo a peste. 

Suíça

O belo país dos Alpes tem regras bem específicas para organizar a convivência. Por exemplo, é proibido cortar grama, lavar o carro ou pendurar roupas do lado de fora da casa aos domingos. Então, é melhor aproveitar o fim de semana para descansar mesmo. 

A pontualidade suíça também vale na hora de ir ao banheiro. O visitante deve prestar atenção e se aliviar até as 21h55, pois após às 22h é proibido apertar a descarga. Para os homens, a proibição também inclui ficar de pé. Depois desse horário, só é possível usar o banheiro sentado.

Em 2011, uma corte suíça determinou que misturar as atividades de nudismo e trilhas era proibido. Isso mesmo: nada de fazer trilhas pelado. O assunto veio à tona quando um alemão passou nu em frente a uma família que fazia piquenique na cidade de Appenzell, perto dos Alpes. E olha que a atividade estava cada vez mais popular na região, com um artigo sobre isso no jornal The New York Times, inclusive. 

Itália

Os italianos levam a masculinidade muito a sério (ou seria o contrário?). Se um homem for pego usando saia, pode ser multado. Outra coisa impossível de fazer no país é dar socos. Então, em caso de discussões acirradas, o melhor é abrir a mão e sair no tapa para não ser multado (na verdade, o melhor mesmo é evitar a violência, mas vamos nos ater ao tema). 

Grécia

No país onde nasceram tantos filósofos, artistas e pensadores importantes, não é possível fazer duas coisas: ficar nu e – atenção – dançar na Acrópolis e também jogar online. Apesar de a forma humana ser um grande objeto dos artistas gregos por centenas de anos, há uma lei específica que proíbe a ação, especialmente se o sujeito estiver dançando. Outra proibição é jogar online, sejam jogos de azar ou apenas uma Fazendinha ou Candy Crush inocente. 

Alemanha

Se seu sonho é dirigir na famosa estrada alemã, a Autobahn, é bom saber bem aonde está indo e quanto o seu tanque aguenta. Se ficar sem combustível, estará passível de multa, já que a lei do país entende que o motorista é responsável pela manutenção do carro que dirige. Então, vale muito ficar atento. 

Polônia

A Segunda Guerra Mundial deixou marcas profundas em diversas nações. Na Polônia, por exemplo, há uma lei que foi discutida no início de 2018 que proíbe a afirmação de que o país tenha sido cúmplice do Holocausto e suas atrocidades. A proposta também criminaliza o uso do termo “campo de concentração polonês”. O Projeto de Lei vem gerando polêmica na Polônia e em países que têm relação com o assunto. 

Outra questão que causa burburinho em terras polonesas é o Ursinho Puff. Sim, ele mesmo e suas vestimentas (ou falta delas). Para a cidade de Tuszyn, o urso é impróprio para crianças, já que não usa a parte de baixo da roupa. Vai saber, né?

Reino Unido

Muita atenção ao visitar o Reino Unido. Lá é proibido pendurar camas para fora da janela! Também é proibido “ter relações sexuais debaixo do cais enquanto acontece a dança de Morris”. A dança é uma expressão folclórica tradicional da região, mas estamos curiosos para saber o que motivou a criação da lei...

França 

Apesar de ser conhecido pelo romantismo que inspira, o país é contra a expressão de afeto em público, tal qual beijar, especialmente nas ferrovias. Não sabemos se é permitido fazer isso nos ônibus, mas na dúvida é bom não arriscar. 

Os franceses também não gostam de porcos chamados Napoleão. Você pode batizar seu pet de Elizabeth, George, Florence ou qualquer outro nome que o agrade, menos Napoleão! E cuidado ao ser parado por policiais franceses. Se você estiver portando um cinzeiro, há grandes chances de ter problemas, já que é um item considerado arma na região. 

Apesar das proibições, porém, na França é possível se casar com uma pessoa morta. Para que isso aconteça, é preciso provar que já havia a intenção de juntar as escovas de dentes antes da fatalidade. A Lei é de 1959, quando houve uma trágica quebra de barragem e uma viúva pediu para o então presidente Charles de Gaulle permitir o enlace com seu falecido futuro marido. 

Finlândia

Ao visitar a Finlândia, é importante saber que o motorista do táxi não pode ter música rolando no carro. De acordo com a lei do país, qualquer canção tocada no veículo com passageiros cai na categoria de performance pública, o que requer uma taxa de 14 euros por ano. O imposto inclui qualquer gênero musical e de qualquer país, não só as produções finlandesas. 

Espanha

Na Catalunha, desde 2010 as prostitutas têm que usar coletes refletivos para trabalhar perto de estradas e rodovias. Como já aconteceram alguns atropelamentos, a cidade decidiu que dessa forma elas estariam mais seguras e visíveis. 

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.