'Influenciadores' nadam em lixão tóxico pensando ser lago cristalino

'Influenciadores' nadam em lixão tóxico pensando ser lago cristalino

Último Vídeo

A vida dos influenciadores é repleta de aventuras. Viagens, comidas, diversão, fotos inspiradoras, vale tudo para mostrar o cotidiano à legião de seguidores e, dessa forma, tirar uma 'boquinha' de diversos empreendimentos que desejam divulgar seus negócios. Porém, muitas dessas histórias são regadas de diversas burocracias, negociações, sacrifícios e, em certos casos, desconhecimentos, que podem tornar a necessidade de exposição algo muito mais sério do que se imaginava.

E foi através disso que um grupo de aspirantes a "influencers" se deslocou para uma remota região russa chamada Novosibirsk, no centro da Sibéria, a fim de tirar fotos fantásticas e mostrar as belezas de um suposto lago paradisíaco que surgiu no território, digno das mais belas obras artísticas e cinematográficas. Porém, o que não sabiam era que estavam indo sem trajes de banho adequados para as águas cristalinas que disfarçavam uma enorme área de lixo tóxico.

https://olhardigital.com.br/noticia/influencers-confundem-lixao-toxico-com-lago-paradisiaco-na-russia/87931
(Fonte: Reprodução)

A região azul-turquesa na verdade possui essa coloração por canta de intensas reações entre os componentes de dejetos rejeitados por uma usina local, incluindo cinzas de carvão queimado. A usina é parte de um sistema de barragem que abastece toda a cidade de Novosibirsk, com cerca de 1,5 milhão de habitantes.

A atitude dos influenciadores gerou uma reação em cadeia na região, levando casais, esportistas, turistas e aventureiros para tirar fotos no local e postar em suas redes sociais, o que fez a Siberian Generating Company, gestora de energia da cidade, emitir um pronunciamento sobre a procedência das águas locais e sobre o perigo que pode trazer para a população, como reações alérgicas e acidentes fatais.

https://olhardigital.com.br/noticia/influencers-confundem-lixao-toxico-com-lago-paradisiaco-na-russia/87931
(Fonte: Reprodução)

Apesar do alerta das autoridades siberianas sobre as águas, muitos visitantes, cientes de que a região abriga um "bonito" depósito de lixo, continuaram visitando o local, mesmo afirmando que o lago cheira a “detergente de lavanderia”, promovendo festas, edição de álbum de fotos, passeios e diversas outras atividades turísticas, fato que levou a administração local a fechar todas as estradas que levam para o terreno, alertando que "isso não é uma praia".

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.