Primeiro-ministro russo Dmitri Medvedev renuncia após discurso de Putin

Primeiro-ministro russo Dmitri Medvedev renuncia após discurso de Putin

Último Vídeo

A agência russa de notícias Tass informou na manhã dessa quarta-feira (15) que o primeiro-ministro da Rússia Dmitri Medvedev renunciou após as declarações do presidente Vladimir Putin, que pediu um plebiscito nacional para fazer alterações na constituição do país. As mudanças podem dar ainda mais poder para Putin no Kremlin e deixam no ar quais serão suas atitudes diante do fim de seu mandato em 2024.

Um dos fatores que podem ser alterados na constituição russa é a quantidade de mandatos em sequência que um presidente pode ter — no caso, atualmente, apenas dois. Uma alteração nas leis do país poderiam permitir que Putin continue no poder depois de 2024, quando deveria deixar o cargo.

Um de cada vez

Putin e Medvedev vêm se alternando nos cargos de presidente e primeiro-ministro do país desde 2008, quando Putin completou dois mandatos seguidos como presidente. Após isso, Medvedev assumiu o cargo e Putin tornou-se primeiro-ministro. Em 2012, o atual presidente da Russia retomou o cargo no que se encontra até hoje e Medvedev tornou a encabeçar o legislativo. Apesar disso, eles já se desentenderam diversas vezes em decisões políticas importantes para o país.

Porém, o plebiscito citado por Putin teria, inicialmente, a função de aumentar os poderes do legislativo russo e de uma estrutura política chamada de conselho de estado, que não apresenta muito peso político na Rússia. O atual presidente já afirmou anteriormente ter intenção de continuar no poder após o término de seu atual mandato e com a renúncia de Medvedev, o caminho fica menos complicado para que ele volte a ser primeiro-ministro do país ou até mesmo o chefe do conselho de estado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.