Seja o primeiro a compartilhar

Galo de rinha ilegal mata o seu dono na Índia

Na Índia, um galo foi o responsável por matar o seu próprio dono. O animal tinha uma faca presa em seu corpo e seria forçado a participar de uma rinha ilegal. Porém, antes do evento, o galo atingiu seu dono na virilha e morreu de hemorragia.

O dono do animal, Tanugalla Satish, de 45 anos, foi para o hospital, mas os médicos não conseguiram salvá-lo e ele morreu no dia 22 de fevereiro de 2021.

Ainda segundo os investigadores, o galo foi mantido em cativeiro e sendo treinado para participar da rinha. A ave tentou escapar e, ao tentar capturá-la novamente, o homem foi atingido pela faca de 7 centímetros que estava presa em seu pé.

Polícia procura outros envolvidos na briga de galos

Após a morte, as autoridades locais da Índia começaram a procurar pelo menos mais 15 pessoas que poderiam estar envolvidas na briga. A rinha aconteceu no fim de fevereiro, no vilarejo de Lothunur, em Telengana.

A prática de amarrar armas ao corpo dos animais é muito comum em rinhas desse tipo, por isso, essa não é a primeira vez em que um dono é morto pelo próprio animal. Em 2020, Andhra Pradesh foi atingido por uma lâmina que estava amarrada no pescoço de seu galo.

Brigas de galo são ilegais na Índia desde 1960 e, ainda assim, é comum que residentes de áreas rurais organizem os eventos sem o conhecimento das autoridades. Os envolvidos são acusados de homicídio culposo, da organização de brigas ilegais e de apostas irregulares.

Até o momento, o galo em questão se encontra em abrigo numa fazenda e deve ser levado ao tribunal como evidência quando o caso da morte de Tanugalla Satish for julgado. Segundo as autoridades, é dever da polícia protegê-lo, mantê-lo vivo e bem cuidado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.