Seja o primeiro a compartilhar

Bolsa Família: entenda como funciona o programa

Muito criticado por políticos liberais, o programa Bolsa Família, criado durante o primeiro governo do então presidente Lula, continua em alta e deve ter uma ampliação em sua base de beneficiários, segundo informações divulgadas pelo próprio presidente Jair Bolsonaro, em uma entrevista à TV Record neste mês (15).

A ideia é atender 18,6 milhões de famílias e elevar o valor pago, dos atuais R$ 190 em média, para R$ 250 por família. A proposta do Bolsa Família é oferecer às famílias beneficiadas um pagamento mensal em dinheiro, com a condição de que as crianças sejam vacinadas e frequentem a escola. Seu principal objetivo é o combate à extrema pobreza e a redução da fome e da subnutrição.

Para cumprir suas premissas, o programa atende a famílias classificadas como em situação de extrema pobreza e pobreza, assim consideradas aquelas com “com renda por pessoa de até R$ 89,00 mensais; e famílias com renda por pessoa entre R$ 89,01 e R$ 178,00 mensais, desde que tenham crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos”.

Impacto do Bolsa Família nos índices sociais

Fonte: Bolsa Família 2021/DivulgaçãoFonte: Bolsa Família 2021/Divulgação

Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), fundação pública federal vinculada ao Ministério da Economia, o Bolsa Família é a transferência de recursos públicos que mais alcança efetivamente a população pobre no Brasil. Cerca de 70% das transferências chegaram aos 20% mais pobres, reduzindo a pobreza em 15% e a extrema pobreza em 25%.

Com base em dados da Pesquisa Anual por Amostra de Domicílios (Pnad), de 2001 a 2017, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Ipea concluiu que o programa Bolsa Família foi responsável por 10% de redução da desigualdade no Brasil, entre 2001 e 2015. O que mais chama a atenção é o baixo custo do programa, de apenas 0,5% do Produto Interno Bruto (PIB).

De acordo com o documento “Os efeitos do Programa Bolsa Família (PBF) sobre a pobreza e a desigualdade: um balanço dos primeiros 15 anos”, o Ipea destaca que um dos fatores mais importantes para os resultados do Programa foi o aumento de sua cobertura. A elevação foi de 6 milhões de famílias em 2004 para 13,3 milhões de famílias em 2017, ano em que 3,4 milhões de pessoas saíram da situação de pobreza extrema. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER