Brasil já foi um dos centros dos jogos de azar do mundo

Em 30 de abril de 1946, entrou em vigor o decreto-lei 9.215, assinado pelo então presidente Eurico Gaspar Dutra, decretando a proibição dos jogos de azar no Brasil, alegando que eles causavam "a degradação do ser humano". Por causa dessa fala, alguns historiadores apontam que a lei tenha surgido da pressão que a esposa de Dutra, Carmela Teles Leite Dutra, teria exercido sobre ele, visto que era devota à Igreja Católica.

De qualquer forma, encerrava-se ali um mercado considerado de grande receita para os cofres públicos. Naquela época, havia no Brasil cerca de 70 cassinos, que empregavam mais de 60 mil pessoas de maneira direta e indireta.

A proibição impactou economicamente cidades como Petrópolis, Poços de Caldas, Lambaria e Caxambu, que viviam principalmente do turismo que a roleta atraía. Quem mais saiu prejudicado dessa história foi o empresário Joaquim Rolla, que havia firmado um acordo com o presidente Getúlio Vargas assumindo todas as indenizações trabalhistas dos cassinos que fossem eventualmente fechados no futuro.

Da ascensão à queda

(Fonte: Senado Federal/Reprodução)(Fonte: Senado Federal/Reprodução)

O gosto pelos jogos de azar pode ter crescido exponencialmente durante o áureo período da Era Vargas, porém seu surgimento aconteceu em 1808, quando a corte portuguesa se instalou no Rio de Janeiro para poder fugir da loucura de Napoleão Bonaparte. Naquela época, os estabelecimentos criados para a jogatina eram muito comuns na Europa.

A primeira era dos cassinos no Brasil durou até 1917, quando houve a primeira proibição feita pelo governo de Venceslau Brás, porém o negócio continuou na clandestinidade. Em 1934, a Segunda República de Vargas mudou tudo, liberando qualquer tipo de jogos e o funcionamento dos cassinos.

(Fonte: Investificar/Reprodução)(Fonte: Investificar/Reprodução)

Estima-se que mais de 40 mil empregos foram gerados naquele tempo, e a atividade turística subiu de maneira astronômica, impactando a economia do Brasil. Pessoas do mundo todo viajavam até o Rio de Janeiro, o centro de cultura e entretenimento do país, para testemunhar os shows de artistas como Carmem Miranda, Luz del Fuego, Elvira Pagã, Bing Crosby, Josephine Baker e Virgínia Lane.

A noite carioca recebeu os maiores cassinos do Brasil, sendo o Cassino da Urca o mais emblemático de todos. Fundado em 1933, ele ficava em um edifício que antes abrigava o Hotel Balneário, de frente para a Baía da Guanabara.

Atualmente, tramita alguns projetos no congresso para regularizar novamente o setor, que encontra muita resistência por parte dos grupos conservadores e religiosos. Estes alegam que a prática do jogo de azar está associada à corrupção e lavagem de dinheiro. Além disso, os vícios também contribuem para gerar problemas pessoais e financeiros.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.