As 10 cavernas de gelo mais impressionantes do planeta
124
Compartilhamentos

As 10 cavernas de gelo mais impressionantes do planeta

Último Vídeo

Cavernas: essas aberturas em formações rochosas costumam causar muito interesse nas pessoas. Além de lindas, elas escondem mistérios que muita gente tenta descobrir. O Mega Curioso já apresentou 10 cavernas fascinantes espalhadas ao redor do mundo e agora trazemos as 10 cavernas de gelo mais impressionantes do planeta.

Elas são verdadeiras maravilhas formando câmaras secretas sempre em constante mudança, já que o gelo se derrete e dá novos formatos ao lugar. O fato de elas poderem desabar a qualquer momento junto com o seu aspecto magnífico ganha a curiosidade e admiração das pessoas. E em sua opinião, qual delas é a mais bonita?

Nigardsbreen Ice Cave — Noruega

Esse glacial se encontra na região de Nigardsbreen (obviamente, por isso o nome da caverna), na Noruega, e infelizmente está diminuindo de tamanho por causa do derretimento de gelo gradual que está acontecendo dia após dia. Esse fato foi anunciado em 2007 e, de lá pra cá, o lugar já está bem menor do que foi um dia.

Nigardsbreen Ice Cave também é conhecida como uma "catedral de gelo", já que está sempre em contato com um fluxo constante de água e a luz solar se difunde através de seu teto, formando uma paisagem fantástica, encantando qualquer pessoa que tem a possibilidade de chegar mais perto e maravilhar-se com o espetáculo.

Eisriesenwelt — Áustria

Diferente da maioria das cavernas de gelo, a Eisriesenwelt — também conhecida como "O Mundo dos Gelos Gigantes" é uma caverna de calcário de verdade, medindo cerca de 42 quilômetros através das montanhas Tennengebirge. O que aconteceu é que um rio que corria por dentro da caverna acabou congelando-se, dando origem ao lugar.

Ela foi descoberta em 1879 por caçadores locais que achavam que a caverna era um portal para o inferno. Hoje em dia, ela está mais para o paraíso, sendo visitada por milhões de turistas que passeiam pelas formações de gelo que se derretem e voltam a congelar durante todo o ano, portanto, é preciso saber quando é o tempo certo de ir até lá. 

Dachstein Eishöhle — Áustria

Declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO, a Dachstein Eishöhle tem cerca de 2.995 metros de altitude, sendo considerada a mais alta dos Alpes de Salzkammergut e da Alta Austrália, e a segunda mais alta dos Alpes Orientais-Norte.  Dentro do lugar, o gelo pode chegar a ter cerca de 20 metros de espessura.

Os turistas podem ter acesso total à caverna, sempre sendo guiados por uma pessoa experiente. O passeio dura cerca de uma hora e as pessoas ficam encantadas com as esculturas formadas há milhares de anos. Duas esculturas merecem grande destaque: a Capela de Gelo e o Castelo de Graal, além das Cortinas de Gelo.

Fox Glacier — Nova Zelândia

Essas são imagens de uma das mais impressionantes cavernas de gelo que você pode conhecer. A Fox Glacier tem cerca de 8 quilômetros de comprimento e demorou séculos para ser formada. Porém, por causa do derretimento do gelo, ela toma novas formas de tempos em tempos, sendo sempre uma paisagem nova para contemplarmos.

Localizada no Parque Nacional de Westland Tai Poutini, na Nova Zelândia, você pode contratar um guia para se aventurar em uma caminhada pelo gelo ou até mesmo agendar um voo panorâmico pelo lugar, observando toda essa maravilhosa paisagem por cima. Com certeza, um dos lugares mais inesquecíveis.

Vatnajökull — Islândia

Essa caverna recebeu esse nome porque fica localizada no Parque Nacional de Vatnajökull, no sudeste da Islândia. A região é mundialmente conhecida justamente por causa de seus vulcões que continuam ativos, suas fontes termais, seus gêiseres e, é claro, por causa dessa geleira impressionante que ganha a admiração de todas as pessoas.

A caverna que tem cerca de 3.100 quilômetros cúbicos e está em mudança constantemente por causa do derretimento do gelo. A temperatura no lugar pode chegar a -12º C. A melhor data para visitar a caverna é no auge do inverno, quando é menos provável que elas desabem ou que pedaços de gelo caiam e machuquem as pessoas.

Mendenhall Ice Cave — Alasca, Estados Unidos

Uma paisagem de encher os olhos! Essa caverna de gelo esconde piscinas naturais de água e muito gelo que criam efeitos ondulados como vitrais. Para chegar até ela, os turistas precisam querer mesmo de aventurar, já que é preciso pegar um caiaque e, depois, escalar uma montanha de gelo para ter o prazer de visualizá-la de perto.

Infelizmente, a Mendenhall Ice Cave, localizada no Alasca, está derretendo gradualmente, acabando com toda aquela paisagem gelada que tanto nos encanta e revelando uma antiga floresta escondida — porém, também maravilhosa — por trás de toda a cortina de gelo que se formou durante milhares de anos. Uma beleza escondendo outra.

Kamchatka — Rússia

Impressionante e belíssima não têm como se encantar com as imagens dessa caverna de gelo que está situada na Península de Kamchatka, no extremo oriente da Rússia, região com muitas belezas naturais: grandes vulcões, lagos, rios e um litoral de cair o queixo. Desde a década de 90, a região tem sido explorada por esses motivos.

A caverna de gelo foi formada por causa de uma nascente de água quente — resultante do vulcão Mutnovsky — que corre por baixo dos blocos de gelo glacial. O teto dessa geleira é tão fino que a luz solar penetra através dela, iluminando-a por dentro e dando efeitos extraordinários que compõem a beleza do lugar.

Erebus Ice Tongue — Antártida

Podemos dizer que o Erebus Ice Tongue é a caverna de gelo mas distante listada aqui. Localizada na Antártida, ela é que quase intocada, já que é preciso muita força de vontade (entre outras coisas) para se chegar até lá. Ela foi descoberta no início de 1900 por Robert F. Scott, expedicionário que deu o nome ao lugar.

Todo o gelo interior da caverna se funde com uma luz azul que dá aos cristais de gelo e estalactites um visual impressionante, infelizmente só presenciado por poucas pessoas. As fotografias do lugar encontradas foram tiradas por equipes especializadas que, vez ou outra, realizam expedições para maravilhar-se com o local.

Perito Moreno, Argentina

O Perito Moreno é uma das mais famosas e conhecidas cavernas de gelo, sendo a principal atração do Parque Nacional Los Glaciares. Ela possui cerca de 31 quilômetros de extensão e 4 quilômetros de profundidade. Para que você possa visitar o lugar, é necessário entrar a bordo dos barcos de excursões ou fazendo uma caminhada sobre o gelo.

Além disso, você pode se divertir tomando um uísque conhecido como 30.012 anos servido com pedras de gelo extraídas da caverna. Essa, inclusive, é a idade estimada da geleira, que é considerada a terceira maior área congelada do planeta e única em todo mundo que não perde tamanho com o passar dos anos. Muito interessante.

Big Four Ice Caves — Estados Unidos

Outra caverna um pouco diferente das demais listadas aqui: a Big Four Ice Caves (ou Quatro Grandes Cavernas de Gelo, em tradução literal), localizada em Washington, é um conjunto de quatro cavernas de gelo que, na verdade, são formadas a partir de um monte de neve caída, sumindo e aparecendo a cada nova estação.

Porém, por causa da compactação da neve usada na formação dessas cavernas, elas podem permanecer por algum tempo, mesmo depois que as estações mais quentes chegam. No entanto, é recomendável que não se visite esse lugar quando o tempo estiver mais quente por causa do perigo de desabamento. Melhor não arriscar.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.