Seja o primeiro a compartilhar

Madeleine McCann teria sido morta em Portugal, afirma promotor

O desaparecimento de Madeleine McCann, ocorrido em 2007 quando ela estava para completar 4 anos de idade, permanecendo um mistério até hoje, pode estar perto de um desfecho. É o que garante o promotor alemão Hans Christian Wolters, responsável pelas investigações.

Em entrevista ao Mirror no sábado (15), Wolters revelou ter “evidências concretas” de que a garota britânica foi assassinada em Portugal, onde passava férias com a família na Praia da Luz e desapareceu no dia 3 de maio daquele ano. O principal suspeito do crime é o alemão Christian Brueckner.

Condenado por estupro e envolvido em casos de pedofilia, Brueckner passou a ser investigado no ano passado. A polícia alemã vasculhou suas propriedades em busca de provas que o ligassem ao desaparecimento de Maddie, incluindo um lote onde ele costumava ficar, descartando a possibilidade de haver um corpo enterrado por lá.

(Fonte: Mirror/Reprodução)(Fonte: Mirror/Reprodução)

Porém, os investigadores afirmam ter descoberto novos indícios que reforçam a tese de o alemão ser o responsável pelo sequestro e morte da garota. O promotor não deu maiores detalhes, mas disse que fará a acusação formal contra ele ainda em 2021. Já o advogado do acusado rejeita o envolvimento do cliente com o caso.

Reviravoltas

Desde o sumiço de Madeleine McCann, quando ela dormia em um quarto de hotel no litoral português, não pararam de surgir hipóteses para o mistério. Até mesmo os pais da garota chegaram a ser presos no início das investigações, mas foram soltos a seguir.

As apurações se encerraram em 2008, sem conclusão, e foram retomadas novamente em 2013, mais uma vez finalizadas sem sucesso. Em 2011, Brueckner foi identificado como suspeito pela Scotland Yard, mas a sua participação acabou ignorada na época, pois os alvos dele eram crianças do sexo masculino.

(Fonte: Mirror/Reprodução)(Fonte: Mirror/Reprodução)

Mas em 2020, o alemão voltou a ser investigado depois de a polícia descobrir que ele havia passado temporadas na região do Algarve, em Portugal, entre 2005 e 2007. Também foram encontradas ligações do suspeito com a área onde a menina desapareceu.

Em meio aos novos desdobramentos do caso, os pais de Maddie prestaram homenagem à jovem no último dia 12, quando ela faria 18 anos de idade. Eles disseram não ter desistido de encontrá-la viva.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.