4 partes do corpo que você — possivelmente — não está limpando direito
237
Compartilhamentos

4 partes do corpo que você — possivelmente — não está limpando direito

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

1 – Debaixo das unhas

Todo mundo está careca de saber que é superimportante lavar as mãos com frequência, já que nós as usamos para realizar grande parte das nossas ações diárias e, portanto, elas não só ficam expostas a um sem fim de germes, bactérias, vírus etc., como podem transferir esses organismos para as superfícies que tocamos. Só que as unhas nem sempre recebem a mesma atenção, não é mesmo? Mas deveriam!

Uma pesquisa conduzida no Reino Unido com 100 pessoas — homens e mulheres — apontou a presença de bactérias causadoras de doenças debaixo de suas unhas. Mais precisamente, os cientistas encontraram esses organismos em 24% das unhas dos homens e em 15% das unhas das mulheres que participaram do estudo. Sendo assim, quando você for lavar as mãos, não se esqueça de higienizar as “garras”!

2 – Atrás das orelhas

Se já tem muita gente que se esquece de lavar as orelhas durante o banho, imagine se a parte de trás delas não é negligenciada! Acontece que as glândulas sebáceas situadas nessa região não param de secretar sebo só porque nós não lembramos que ela existe, então acaba ocorrendo um acúmulo de bactérias por ali.

Sem falar que o acúmulo de sebo — cuja função primordial é manter a pele protegida e hidratada — na região atrás das orelhas pode fazer com que a área comece a cheirar mal também e, acredite, borrifar um perfuminho não vai tornar as coisas melhores!

3 – O umbigo

Nós do Mega Curioso já falamos por aqui sobre essa fascinante parte do nosso corpo — que serve de lar para uma grande variedade de microrganismos, muitos dos quais ainda são desconhecidos para a Ciência. Durante um estudo envolvendo 100 pessoas, um time de pesquisadores encontrou mais de 1,4 mil tipos de bactérias vivendo nos umbigos dos participantes.

Os cientistas também descobriram algo não muito surpreendente durante a pesquisa: que os indivíduos que não lavavam seus umbigos com água e sabão frequentemente contavam com uma maior quantidade e variedade de organismos vivendo nessas áreas de seus corpos. Pois, para manter a população de bactérias sob controle, é importante não se esquecer dessa região durante o banho e garantir que ela fique limpinha e seca.

4 – O couro cabeludo

Deixando de lado a discussão sobre quantas vezes devemos lavar os nossos cabelos por semana — há quem diga que o ideal é entre uma e duas vezes por semana, enquanto outros dizem que devemos lavá-los quando acharmos melhor —, o fato é que os fios sempre recebem mais atenção, já que são eles que ficam mais visíveis e expostos, mas o couro cabeludo muitas vezes não.

Acontece que a falta de cuidado com o couro cabeludo pode ocasionar muitos dos problemas capilares que as pessoas sofrem para combater, como a escamação, a coceira e o excesso de oleosidade. Afinal, existe uma grande concentração de glândulas sebáceas e sudoríparas na região — e precisamos higienizá-la das secreções que essas estruturas liberam. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.