Glândula pituitária: o que ela faz e qual é sua importância no organismo?

Glândula pituitária: o que ela faz e qual é sua importância no organismo?

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Você já ouviu falar da glândula pituitária? Muita gente nem faz ideia de que essa estrutura — que também é conhecida como hipófise, tem cerca de 1 centímetro de diâmetro e fica logo abaixo do hipotálamo — existe. No entanto, essa pequena glândula é incrivelmente importante e atua como uma espécie de “mestre” de todas as glândulas do organismo.

Mandachuva

De acordo com o pessoal do site How Stuff Works, a hipófise armazena e secreta hormônios que, por sua vez, estimulam o funcionamento das demais glândulas do corpo. Os hormônios, por sinal, são substâncias que o nosso organismo produz e que são responsáveis por controlar uma série de funções, como o crescimento, a produção de xixi, a regulação da temperatura corporal, a atividade da tiroide e a produção de testosterona (nos homens) e estrogênio (nas mulheres).

cérebro hipófise(Peptide Clinics)

Mais precisamente, a glândula pituitária produz oito tipos de hormônio — o do crescimento, o estimulante da tireóide, o adrenocorticotrófico, o luteinizante, o folículo-estimulante, a prolactina, o antidiurético e a oxitocina — e entra em ação cada vez que outras glândulas deixam de funcionar como deveriam.

Funciona mais ou menos assim: quando alguma glândula para de produzir ou liberar hormônios e os níveis dessas substâncias ficam baixos demais, mensagens de aviso chegam até o cérebro que, por sua vez, passa o recado para a hipófise.

cérebro glândula pituitária(YouTube/swedishseattle)

Ela, então, começa a secretar hormônios que caem na corrente sanguínea, percorrem todo o caminho até a glândula problemática e a estimulam a voltar a trabalhar — e o mesmo processo ocorre quando há uma produção excessiva de determinado hormônio.

Aliás, a hipófise também pode deixar de trabalhar corretamente — seja por conta de algum distúrbio ou do surgimento de tumores que exerçam pressão sobre ela, por exemplo. Com isso, podem surgir uma porção de condições resultantes de desequilíbrios hormonais, sendo que a estrutura mais vulnerável ao mal funcionamento é a glândula responsável pela produção dos hormônios sexuais.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.