Alguns adeptos de dietas e reeducações alimentares estipulam um “dia de lixo”, para fugir dessa rotina de alimentação saudável e comer o que quiser – tipo um pedação gorduroso de pizza. Para o norte-americano Brian Northrup, esse “dia de lixo” durou um ano inteiro! E o mais bizarro: ele emagreceu!

Northrup queria justamente confrontar essas dietas emagrecedoras mostrando que é, sim, possível perder peso mesmo comendo “porcarias”. Durante 367 dias seguidos, o cara comeu uma pizza e mostrou tudo isso em seu Instagram e em um canal no YouTube. “Eu acho que uma boa dieta é altamente dependente do indivíduo, e é mais importante se concentrar em garantir que sua dieta inclua tudo o que você precisa do que o que você precisa cortar da alimentação”, explicou.

Um de seus maiores exemplos para o projeto foi o nadador Michael Phelps, um dos maiores atletas da história, que já fez declarações de que ama comer pizza. Claro que não basta comer a obra-prima italiana se não fizer exercícios físicos, e Northup trabalhou intensamente para que uma borda de cheddar não se acumulasse ao redor de sua barriga.

O resultado de “pizza + musculação intensa” foi de 2,7 kg perdidos ao final de um ano! É isso mesmo: apesar de passar 367 dias se entupindo de pizza, o cara ainda emagreceu! O projeto ganhou o sugestivo título de “Pizzapocalipse”, mas teve supervisão médica, é claro. Entretanto, Northrup garante que só fez exames para medir níveis de colesterol e sódio, já que nem sempre é preciso estar gordo para que esses índices estejam desregulados.

PizzapocalipseUma pizza por dia durante um ano