Vaginas precisam respirar, sabia?
1.647
Compartilhamentos

Vaginas precisam respirar, sabia?

Último Vídeo

Por mais frio que esteja o dia, chega uma hora que você se sente sufocado se passa muito tempo embaixo de um monte de cobertores, certo? A mesma lógica pode ser aplicada à região íntima do corpo feminino, e não é à toa que muitas mulheres reclamam das roupas cada vez mais coladas e abafadas que surgem por aí.

De calças de couro que parecem ter sido colocadas a vácuo a jeans extremamente justos, a verdade é que nossas vaginas estão cada vez mais enclausuradas, coitadas.

Uma forma de o próprio corpo mostrar que não foi feito para passar aperto é, certamente, o aparecimento de infecções, irritações e corrimentos. Se você, moça ou homem trans que nos lê, sente esses incômodos em seus órgãos sexuais, talvez a culpa seja da sua roupa.

É claro que, por motivos de convívio social mesmo, não podemos deixar de usar roupas, mas podemos pensar mais no tipo de roupas que escolhemos para cobrir o corpo.

Quem ama, cuida

pocahontas

Como a vagina precisa respirar para ser feliz, é bacana apostarmos em lingeries e roupas que não sejam tão apertadas e que, de preferência, sejam feitas de materiais respiráveis e não sintéticos, como o algodão. Na hora de dormir, o ideal é não usar roupa íntima mesmo.

O Dr. Nitu Bajekal, que falou sobre esse assunto com o Metro, disse que não há base científica para se recomendar que as pessoas durmam sem calcinha ou cueca, mas que essa sugestão é feita frequentemente por profissionais da área de saúde.

O motivo está no fato de que as pessoas usam muitas roupas sintéticas, que sufocam a pele e nos ajudam a desenvolver irritações, infecções e alergias – além, é claro, de agravar doenças de pele já existentes. Ter esse tipo de tecido pressionando a região genital também é uma má ideia por causa da transpiração, que acaba provocando lesões na pele e deixando a região dolorida.

Mulheres que são propensas a desenvolver vaginite devem ser as primeiras a repensar o tipo de tecido que usam e a deixar de lado as roupas muito apertadas. Se a situação estiver complicada e se houver irritação, dor e/ou corrimentos constantes, procurar ajuda médica é sempre uma boa ideia.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.