Tomate e sua grande importância para a saúde

Conhecer os alimentos e a Nutrição,  é um grande passo para se beneficiar de uma rotina saudável. Identificar o que o alimento possui (vitaminas, minerais e diversos outros compostos) e proporciona (previne doenças, e nutre) faz com que pensemos muito antes de ingerir diversos alimentos. 

Hoje, vamos falar do tomate, que é um fruto muito popular, acessível e que a maioria das pessoas gosta. Encontrado em artigos e pesquisas, não há dúvidas que é um alimento totalmente benéfico, especificamente pela presença de diversas substâncias. Vamos lá:

É muito fácil introduzir e aplicar o tomate na dieta, pois, há diversas preparações fáceis, como: saladas, molho, suco, sopas, confit, recheado, etc. Aproveite e diversifique as preparações e tente sempre colocar o tomate em sua alimentação.

Há muitas preparações para fazer utilizando o tomate, exemplo: sopa de tomate.
Há muitas preparações para fazer utilizando o tomate, exemplo: sopa de tomate (Fonte: Freepik/Reprodução)

O tomate tem inúmeros compostos bioativos que agem no organismo de alguma forma para exercer um benefício. Além disso, possui os famosos fitoquímicos, que são elementos químicos produzidos por um vegetal. Assim, é um alimento funcional, que vai participar ativamente em trazer melhoras fisiológicas e metabólicas. 

Quais são as substâncias do tomate que fazem tão bem?

Os tomates possuem diferentes quantidades de componentes bioativos de acordo com a colheita ( época e tipo de cultivo).
(Fonte: Pixabay/Reprodução)
  • Fonte de compostos fenólicos: ácidos fenólicos e flavonoides.
  • Antioxidante: previne o câncer e doenças cardiovasculares.
  • Luteína: Prevenção da cegueira, câncer, doenças respiratórias e doenças cardiovasculares.
  • Vitaminas: Vitamina A – carotenoides, B – tiamina, niacina, piridoxina e folato, C – ácido ascórbico, E – tocoferol.
  • Minerais: Potássio e Magnésio.
  • Carotenoides: como o licopeno e beta caroteno, que participam da melhora da imunidade, prevenção de aterosclerose, câncer, inflamações e doenças cardiovasculares.

O tomate fornece 85% da quantidade de licopeno que precisamos em nossa dieta. E esse carotenoide é o principal antioxidante que previne o stress oxidativo de diversas células (envelhecimento), evitando doenças degenerativas, e prevenindo câncer como o de mama, cólon, endométrio, fígado, próstata e leucemia. Ele também abaixa os níveis do colesterol total, e para garantir um tomate que tenha maior concentração dessa substância, é preciso que esteja bem vermelho, maduro e também cozido. 

Além de todas as substâncias citadas acima, também é rico em glicoalcalóides, que são compostos tóxicos para os humanos, mas que possui funções antibacterianas, antivirais e antifúngicas, sendo também o responsável pelo amargor de alguns tomates, caso seja encontrado em alta concentração.

Ou seja, o tomate proporciona uma qualidade de substâncias essenciais para a nossa saúde, então vale a pena encontrar sua forma favorita de inseri-lo em sua dieta!

***

Marcela Andrade, colunista semanal do Mega Curioso, é bacharel em Comunicação Social com habilitação em Relações Públicas, bacharel em Nutrição, perita judicial na área da Nutrição, pós-graduanda em Saúde Pública com ênfase em Estratégia Saúde da Família

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.