Edwin Juarez Palma, de 24 anos, queria entrar para um grupo satanista do México e teria topado participar de um ritual de iniciação. O que Palma não sabia, porém, é que ele seria o objeto de sacrifício de outros três membros do suposto clã, que tinham a intenção de transformá-lo em um vampiro.

Essa história bizarra aconteceu na cidade de Chihuahua, no norte do país. Palma trabalhava em um cybercafé junto com os outros suspeitos de seu assassinato. Eles são Gustavo Dorantes e Iveth Lopez, de 18 anos, além de Omar Sanchez, de 25. O trio teria torturado Palma até a morte, com a “esperança” de que ele se tornasse a lendária criatura das trevas que se alimenta de sangue humano.

Como era de se esperar, Palma não voltou à vida. De acordo com a polícia, o jovem foi amarrado, espancado e estrangulado, além de ter o seu pescoço cortado com um pedaço de vidro. O crime aconteceu no começo da semana passada.

Edwin Palma imaginava que iria virar um vampiro após a sua iniciação na seita satânica

Pena de até 40 anos

Edwin Palma queria entrar para o grupo satânico chamado Filhos de Bafomete. O líder do grupo estaria foragido e é procurado pela polícia. O trio capturado contou que Palma foi morto em um dos banheiros do cybercafé no meio da madrugada e teve o seu corpo abandonado em dois sacos plásticos em uma rua de Chihuahua.

O grupo pode pegar até 40 anos de prisão se for considerado culpado pela morte de Palma. Nas redes sociais, a irmã de Edwin, Alicia Palma, tentou consolar seus amigos: “Eu sei que ele não iria querer que nós ficássemos tristes com sua partida. Eu sei que a saudade dói, mas devemos nos lembrar de como ele conseguia nos encorajar em momentos difíceis”.

Gustavo, Iveth e Omar podem pegar 40 anos de cadeia

***

Você conhece alguma seita satânica? Comente no Fórum do Mega Curioso