Recentemente, aqui no Mega Curioso, publicamos um relato que mostra que uma infecção por parasita pode ser bem desagradável. seres podem causar danos e consequências bem complicadas para nós, humanos, e aqui já falamos sobre eles diversas vezes, como você pode ver clicando aqui e aqui.

E agora trazemos aqui 8 parasitas que habitam os seres humanos. Eles são compridos, com formatos que lembram minhocas, e alguns deles podem durar bastante tempo até serem identificados, enquanto outros podem causar um estrago antes mesmo que você perceba a presença em seu corpo. A lista foi publicada pelo site Scientific American. Confira:

1. Oxiúro

Esse verme é responsável por uma das infecções parasitárias mais comuns do mundo. Mais incidente em crianças, a doença causada pelo oxiúro está presente em vários países do mundo, incluindo nações desenvolvidas na Europa e os Estados Unidos. A principal consequência da infecção por oxiúro é que a larva fêmea dessa espécie, durante a noite, sai do corpo pelo orifício anal e coloca os ovos na região próxima à entrada do reto, causando fortes coceiras no local.

O contato das crianças com os ovos ao coçar deixa as suas mãos contaminadas, e estas se tornam uma grande fonte de transmissão para outras crianças. Sim, se você estiver pensando, provavelmente você já esteve com esse parasita no seu interior, pois a infecção é extremamente comum em quase todas as crianças até completarem 12 anos de idade.

2. Tênia

Com certeza você deve se lembrar da tênia da época que teve aulas sobre doenças e parasitas na matéria de Ciências ainda no Ensino Fundamental. Esse parasita é marcante porque pode chegar a incríveis 6 metros de comprimento dentro do corpo humano sem a pessoa nem perceber. A identificação só acontece quando é possível ver partes do verme nos excrementos.

A infecção ocorre pela ingestão de carnes vermelhas malcozidas, contaminadas com ovos do parasita. Há dois tipos de tênia: a saginata e a solium, que causam a teníase ou a cisticercose. Esta é a doença mais grave entre as duas e é causada somente pela Taenia solium, podendo atacar músculos, olhos e o cérebro, gerando convulsões, dores ou até morte. Ela ocorre quando as larvas do parasita se infiltram na corrente sanguínea a partir do intestino, migrando para as outras partes do corpo.

3. Triquinela

Esse parasita causa uma infecção severa que pode culminar em sintomas como febre, diarreia, dores abdominais, vômito e até problemas cardiorrespiratórios fatais. O tamanho do problema varia conforme o número de larvas de triquinela que a pessoa ingere por meio da carne de porco malcozida. Para matar os corpos desse verme que possivelmente estão presentes nas carnes suínas, recomenda-se que se cozinhe esse alimento a pelo menos 77 graus Celsius.

Caso o cozimento não seja feito de maneira correta, as larvas, que estão enclausuradas em capas protetoras, são soltas ao chegar no estômago, quando os ácidos do órgão dissolvem essa camada de proteção. Após isso, o parasita pode atingir até 3 milímetros de comprimento, e as fêmeas se deslocam pelas correntes sanguíneas até se instalarem nos músculos, onde vão causar os sintomas descritos.

4. Esquistossomo

A esquistossomose, doença causada por esse parasita, pode ocasionar lesões, inflamação e inchaço de órgãos como fígado, bexiga, pulmões ou intestinos, locais do organismo por onde os ovos das larvas passam ao se deslocar pelo sangue. As larvas adultas podem se alojar nas correntes sanguíneas durante anos, e, com o tempo, se os sintomas não forem tratados, podem ocorrer sangramentos fatais no intestino ou originar câncer na bexiga. A contaminação por essas larvas ocorre por meio da pele, quando as pessoas têm contato com o caramujo infectado ou ao se banhar em águas em que haja presença desses hospedeiros.

5. Filária

Esse é o parasita causador da filariose, ou elefantíase, que resulta no inchaço desproporcional de braços, pernas, seios ou áreas genitais. Isso ocorre porque a larva, contraída pela picada de algumas espécies de mosquito e de mosca, se instala nos vasos linfáticos causando sérias inflamações. No estágio em que geram a infecção, esses parasitas podem atingir até 10 centímetros de comprimento.

Infelizmente, ainda não há cura conhecida para essa enfermidade, porém ela precisa ser tratada. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 120 milhões de pessoas no mundo estão infectadas com a filária, dentre as quais, 40 milhões sofrem com as deformidades físicas originadas pela doença.

6. Trichuris tricuria

Esse parasita habita o intestino grosso dos infectados e pode causar a doença chamada tricuríase. O verme pode chegar a 5 centímetros de comprimento, e os sintomas são perda de peso, diarreia e anemia. Em casos mais severos, pode ocorrer prolapso retal, a condição em que as paredes do ânus ficam sobressalientes.

A principal forma de contrair esse parasita é pelo contato com fezes humanas contaminadas com ovos. As crianças estão mais sujeitas a este tipo de doença por, às vezes, não tomarem os devidos cuidados ao brincar em algum lugar sujo. 

7. Lombriga

As cerca de 1,5 bilhão de pessoas infectadas com lombriga fazem da infecção causada por este parasita a mais comum do mundo. O maior problema que agrava a disseminação desse verme é a falta de saneamento básico, o que faz com que ele afete principalmente as regiões tropicais e subtropicais menos desenvolvidas. Entretanto, ninguém está livre de contrair a ascaridíase, o nome da doença causada pela lombriga, tendo em vista que a contaminação acontece por alimentos vegetais que crescem em solos fertilizados com fezes humanas carregadas de ovos.

A maioria das contaminações é assintomática, mas em alguns casos extremos pode ocasionar morte do hospedeiro em função de bloqueio intestinal, já que as larvas chegam a alcançar 30 centímetros de comprimento. Além dos casos fatais, a lombriga pode gerar dificuldade de respiração, febre, catarro, entre outros, dependendo de qual órgão for atingido. O início da contaminação acontece no intestino, quando os ovos se tornam larvas e, a partir daí, se alastram por outros órgãos por meio da corrente sanguínea. Segundo a OMS, aproximadamente 60 mil mortes por ano, na maioria crianças, são causadas pela infecção por lombriga.

 08. Ancylostoma Duodenale

Esta larva também está presente nas fezes humanas, e o contato direto é a principal causa de contaminação. Ao contrário de grande parte dos parasitas, que se alojam nos indivíduos pela ingestão via oral, este invade o corpo das pessoas por meio dos folículos capilares ou pelas glândulas sudoríparas, responsáveis pelo suor. Os sintomas variam entre dificuldades respiratórias e tosse, quando a larva atinge o pulmão, e dores abdominais e anemia, quando o órgão atingido é o intestino.

O parasita pode atingir até 1 centímetro de comprimento na fase adulta, quando habita o sistema digestivo. Regiões de clima quente e países menos desenvolvidos são os principais atingidos, segundo dados da OMS, que também apontam que aproximadamente 740 milhões de pessoas no mundo são infectadas com a ancilostomose, a doença causada por esse verme.

Já foi infectado ou conhece alguém que sofreu com contaminação por vermes parasitas? Relate o caso no Fórum do Mega Curioso