Esta é a cena de acasalamento mais bizarra que você vai ver hoje!
1.125
Compartilhamentos

Esta é a cena de acasalamento mais bizarra que você vai ver hoje!

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

O vídeo que você vai ver a seguir traz cenas bastante bizarras... O material foi capturado por cientistas em uma floresta da Ilha Yakushima, no Japão, e mostra um macaco tentando acasalar com um par de veadinhos — fêmeas — que não parecem muito impressionados com as tentativas do primata tarado. Assista (e se prepare para se sentir constrangido pelo bichinho...):

Mas, afinal, o que neste mundo acabou de acontecer no vídeo acima? E em que diabos o macaco estava pensando? Será que ele não podia ter procurado alguém da mesma espécie para, você sabe... Além disso, ele bem que podia, ao menos, ter tentado ser mais gentil! Não é assim que as coisas funcionam, oras!

Bem, caro leitor, deixando as brincadeirinhas de lado, a verdade é que até mesmo os pesquisadores que filmaram a estranha interação acima estão tentando entender o que aconteceu — e chegaram a algumas teorias para explicar o estranho comportamento do primata.

Macaco encalhado

De acordo com Bec Crew, do portal Science Alert, o vídeo foi registrado por cientistas da Universidade de Estrasburgo, na França, que estavam em Yakushima quando tudo aconteceu. Segundo explicaram, o encontro envolveu um macaco-japonês (Macaca fuscata) e fêmeas de veadinhos da espécie Cervus nippon — também conhecidos como cervos-sica e veados-japoneses.

Segundo os pesquisadores, as duas espécies — cujo parentesco é bem distante, diga-se de passagem! — convivem pacificamente na região. Além disso, é bastante comum que os veados aproveitem para petiscar nos alimentos que os macacos derrubam das árvores, e que os primatas peguem carona nas costas dos cervos para dar um passeio. Mas o “relacionamento” entre os dois animais termina por aí e não passa da amizade mesmo.

Dupla de macacos da espécie Macaca fuscata

No caso do macaco tarado, os pesquisadores suspeitam que seus hormônios estavam em polvorosa quando o “ataque” aconteceu. Conforme explicaram, os macacos formam grupos sociais bem estruturados, e esse indivíduo em particular parece gozar de um status bastante baixo dentro de sua comunidade — tanto que os cientistas se referem a ele como “macho periférico”.

Isso significa que os integrantes que ocupam posições mais altas na hierarquia apenas toleram a presença desse macaco no grupo. Isso também significa que, na ocasião, o pobre primata provavelmente ficou todo animadinho (por causa das variações hormonais), mas não conseguiu encontrar uma fêmea no bando com quem acasalar.

Então, ele olhou para a veadinha, a veadinha não deu muita bola, o macaco entendeu que tudo não passava de charme dela e foi tentar a sorte grande com o animal. Só que, como você viu no vídeo, o primata não conseguiu consumar o ato, por assim dizer, devido às diferenças anatômicas e de tamanho entre as duas espécies — explicaram os pesquisadores.

Cervídeo da espécie Cervus nippon

Ainda segundo os cientistas, o macaco aparentemente chegou a ejacular sobre um dos veados e inclusive apresentou comportamento protetor com relação a eles, espantando outros machos que se aproximaram. Voltando ao cervo, ele, por sua vez, não fez a menor cerimônia e lambeu o material que, no fim das contas, não deixa de ser uma fonte de proteína, né?

Outra coisa que chamou a atenção dos pesquisadores foi o fato de os veados não demonstrarem muito espanto com o comportamento do primata, o que indica que pode se tratar de algo recorrente. Assim, é possível que os animais estejam acostumados com as tentativas de acasalamento dos macacos periféricos ou, ainda, que o comportamento seja confundido com as caronas que os veados estão acostumados a dar para os primatas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.