(Fonte da imagem: Reprodução/National Geographic)

De acordo com a National Geographic, a ilha de Guam, localizada no oeste do Pacífico, conta com 40 vezes mais aranhas do que as encontradas nas ilhas vizinhas, sendo impossível fazer trilhas pelas suas florestas sem se enroscar nas milhares de teias presentes na vegetação.

Segundo a publicação, a superpopulação de aranhas começou a surgir quando uma espécie de cobra exótica e altamente invasiva começou a se alimentar dos pássaros da ilha, levando ao desaparecimento de diversas espécies.

Conforme explicaram alguns pesquisadores estudando o fenômeno, com menos pássaros para controlar o aumento da população de aranhas, os bichinhos começaram a se espalhar pelas florestas de Guam descontroladamente, devido ao desequilíbrio criado pela introdução de uma espécie exótica no sistema.

Fontes: National Geographic, UPI.com e PLOSONE