(Fonte da imagem: Reprodução/ VR-ZONE )

A imagem acima mostra o ataque de uma aranha ocorrido há 100 milhões de anos, que ficou imortalizado em um bloco de resina. De acordo com o site VR-ZONE, a cena congelada no tempo parece indicar que o aracnídeo estava prestes a “jantar” uma pobre vespa quando ambas foram capturadas por uma gota de seiva.

Segundo a publicação, o bloco foi encontrado em uma mina na Birmânia, e foi datado como sendo do período Cretáceo, ou seja, entre 97 e 110 milhões de anos atrás. Além disso, trata-se do primeiro fóssil já descoberto a mostrar um ataque de aranha em pleno andamento. A vespa provavelmente ficou presa na teia da aranha — conclusão tirada graças à presença de 15 filamentos próximos à presa —, e ambas as espécies capturadas estão extintas hoje em dia.

Fonte: VR-ZONE