Descobertas novas espécies de aracnídeos no Brasil
165
Compartilhamentos

Descobertas novas espécies de aracnídeos no Brasil

Último Vídeo

A ciência brasileira continua caminhando. Desta vez, as descobertas ficaram por conta do biólogo Adalberto J. Santos e sua equipe, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), que encontraram duas espécies ainda não catalogadas de aracnídeos nas regiões áridas do Ceará e Rio Grande do Norte.

Descritas como “aracnídeos de coloração marrom-avermelhada”, as espécies Rowlandius ubajara (Ceará) e Rowlandius potiguar (Rio Grande do Norte) estavam em cavernas profundas de calcário, totalmente protegidas da luz. É muito provável que esses animais se alimentem de insetos presentes nas fezes de morcegos.

Fonte da imagem: Reprodução/PLOS ONE

As características mais marcantes dessas duas novas espécies são o formato do flagelo dos machos e os órgãos genitais internos das fêmeas, que ainda exigem uma melhor análise em microscópios.

Os pesquisadores vêm se referindo aos novos aracnídeos como micro escorpião-vinagre e ou escorpião-vinagre de flagelo curto, por causa de glândulas que produzem uma secreção rica em ácido acético. Esse “vinagre” natural pode ser disparado contra agressores em situações de perigo.

E apesar do ambiente onde foram encontradas, os cientistas não acreditam que essas sejam espécies exclusivas de locais subterrâneos ou sem luz, visto que não apresentam pernas muito alongadas ou ausência de pigmentação, como seria esperado.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.