Conheça um pouco sobre o vombate, um animal cujo cocô é em formato de cubo
925
Compartilhamentos

Conheça um pouco sobre o vombate, um animal cujo cocô é em formato de cubo

Vombates são animaizinhos simpáticos nativos da Austrália e que vivem também em ilhas próximas àquele país e, por isso, é bem provável que você não conheça esses mamíferos superpeludos que se parecem com cães-da-pradaria um pouco maiores.

Os vombates são marsupiais e, da mesma maneira como ocorre com os cangurus, as fêmeas desses animais também apresentam bolsas junto ao corpo, nas quais bebês são carregados e protegidos. São animais grandes, chegando a pesar 40 kg e a medir mais de um metro de comprimento, e alcançam a velocidade de 40 km/h quando estão mais apressadinhos.

Dorminhocos

Fonte da imagem: Reprodução/Heraldsun

Os bichinhos são adeptos de vida noturna, o que é totalmente compreensível, já que os vombates chegam a dormir por até 16 horas por dia. Esse sono todo pode ser explicado pelo metabolismo lento característico da espécie – fica ainda mais devagar enquanto dormem.

Considerados os maiores escavadores mamíferos do mundo, esses bichos passam a maior parte do tempo embaixo da terra, dentro de buracos que eles mesmos cavam. E não são apenas buracos não! Vombates são capazes de criar túneis subterrâneos com várias conexões – essas estruturas têm um nome próprio: warrens – algo como “viveiro”, em uma tradução livre.

Essas conexões subterrâneas são ocupadas por famílias de vombates, embora não seja tão comum que mais de um deles permaneça no mesmo canal – como a galera do Discovery explicou, é como uma casa, na qual cada membro da família tem seu próprio quarto.

O tal cocô em cubo

Fonte da imagem: Reprodução/Reddit

A vida dos vombates é sem muita interação social, principalmente porque eles preferem ficar sozinhos e só fazem amigos quando têm segundas intenções e pretendem acasalar. Falando em encontros românticos, há algo não tão romântico assim nessa história: um dos sinalizadores usados no momento de procurar um parceiro é o cocô.

E é por isso que esses animais costumam posicionar as fezes que produzem em lugares próximos às suas tocas, para que o cheiro exalado seja capaz de atrair alguma fêmea. Outra curiosidade: o cocô desses bichos tem formato cúbico – e eles produzem de 80 a 100 cubinhos por dia! O formato curioso ajuda a manter os cubos no lugar exato onde eles foram depositados, ao contrário dos cocôs mais arredondados.

Ficou curioso para ver o formato desse cocô bizarro? Assista ao vídeo abaixo:

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.