A bela e cintilante medusa que digere as suas vítimas vivas
44
Compartilhamentos

A bela e cintilante medusa que digere as suas vítimas vivas

Nas profundezas de nossos oceanos, existe uma criaturinha muito bonita, com o corpo luminoso e fascinante. Chamada de água-viva-de-pente ou carambola-do-mar, esse animal marinho é um ctenóforo, que tem tentáculos parecidos com pentes — característica que deu origem a um de seus nomes.

Na verdade, apesar de ser chamada assim, ela não é água-viva e nem medusa. Estas criaturas se locomovem batendo os seus “pentes”, que nada mais são do que linhas compostas de cílios, que brilham de forma hipnótica quando atingidos por luz branca.

Mas não se deixe enganar pela sua beleza: esses animais são predadores formidáveis de ataques ultrarrápidos, aspirando todos os tipos de zooplânctons, como copépodes, e outros crustáceos minúsculos, digerindo-os ainda vivos.

O “show de luzes de laser” que você vê na imagem abaixo, no entanto, é um feliz acidente que só acontece realmente quando luz artificial de alta potência é colocada sobre ela, segundo contou Steve Haddock da Bay Aquarium Research Institute Monterey ao site Wired.

"Na natureza, provavelmente não acontece. E eu acho que na verdade não tem um significado ecológico. É uma espécie de efeito colateral que nós criamos colocando luzes brancas sobre eles”, afirmou Steve.

Essas criaturas têm tentáculos que usam para prender a presa, mas, em vez de ter cápsulas chamadas nematocistos com ferrões, elas têm células que produzem uma secreção pegajosa que enreda os seus inimigos sem escapatória e em uma velocidade impressionante.

"Eu uso a analogia de aranhas, porque os aracnídeos podem ter uma teia pegajosa para emboscar as presas. E os ctenóforos têm uma gama semelhante de diferentes modos de alimentação, dependendo da espécie", explicou Steve Haddock.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.