Uma alga pode afetar o arroto das vacas para combater o aquecimento global
131
Compartilhamentos

Uma alga pode afetar o arroto das vacas para combater o aquecimento global

Último Vídeo

Ele contribui com o aumento da temperatura do planeta, diminui a produção de carne e gera um gás 28 vezes mais poderoso que o dióxido de carbono. Sim, é claro que estamos falando do arroto das vacas, grande emissor do gás metano.

O gado é responsável por por mais de 5% dos gases que causam o efeito estufa na Terra e boa parte disso vem dos arrotos soltados por bois e vacas. Além de acelerar as mudanças climáticas, expelir esses gases exige um gasto de energia grande para os animais, que poderia ser convertido em carne.

Há alguns anos, descobrimos que adicionar algas a alimentação desses animais pode diminuir em até 20% a emissão de metano, embora isso não tenha gerado um impacto tão grande assim.

Agora, pesquisadores australianos da CSIRO (Organização de Pesquisa Industrial e da Comunidade Científica) fizeram alguns testes para saber qual espécie de alga seria mais eficiente no combate ao metano e encontraram uma que pode reduzir a emissão em até 99%.

A planta em questão é a Asparagopsis taxiformis e o resultado foi tão impressionante que os cientistas refizeram os testes para ter certeza de que tudo não se tratava de um mero problema no equipamento.

Entretanto, apesar de os estudos estarem certos e a alga se mostrar uma aliada no combate às mudanças climáticas, outro problema surgiu. A planta não é criada em escala industrial e seriam necessárias quantidades enormes para dar conta de todos os bois e vacas do mundo.

De qualquer forma, a descoberta tem um potencial inegável para melhorar as futuras condições do planeta.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.