8 festivais “másculos” mundo afora [vídeo]
09
Compartilhamentos

8 festivais “másculos” mundo afora [vídeo]

Se olhe no espelho agora... Você se acha homem de verdade mesmo? Muitos seres do sexo masculino se dizem serem íntegros, dignos, bons representantes do lado viril da espécie humana. Todavia, existem diversas comemorações em datas especiais, assim como festas ou competições tradicionais, que são uma verdadeira “maluquice”.

Tudo bem, o conceito de “maluco” pode variar bastante de uma pessoa para outra, ou até mesmo de uma cidade para outra — isso é normal. Contudo, algumas coisas mirabolantes às vezes passam dos limites e de qualquer medida de “bom senso” que exista no planeta, como participar de uma guerra de ovos podres e até mesmo ficar jogando fraldas sujas em seus oponentes.

O Mega Curioso selecionou oito eventos que são, no mínimo, muito bizarros. Alguns acham que esse tipo de atividade é bastante criativa, outros já consideram essas coisas bem inúteis. Confira e tire sua própria conclusão:

1. Cooper’s Hill Cheese-Rolling and Wake Festival

Desde o século 19, alguns doidos — provavelmente sem ter o que fazer — se reúnem no mês de junho em Gloucester, Inglaterra, para uma competição pra lá de bizarra: correr desesperadamente morro abaixo (bem inclinado, uma verdadeira ladeira pronta para o povo rolar e capotar de todos os jeitos possíveis) em busca de um queijo. Ganha aquele que pegar o queijo primeiro.

De duas, uma: os caras têm muita coragem para se jogar em uma ladeira atrás de um simples queijo — que pode ser comprado em qualquer supermercado — ou possuem pelo menos um parafuso a menos no cérebro.

2. Farrapada

Tradicional festa carnavalesca que acontece em fevereiro na cidade de Laza, Espanha. Porém, você não encontra bundas de fora ou samba nos pés: a brincadeira é guerra de lama “mega hiper blaster ultra”, com direito a vinagre e o que eles chamam de “fire ants” (formigas de fogo), que são aquelas cabeçudas e vermelhas que, com uma picada, fazem até o Super-Homem ficar fraco.

Além disso, o que vale mesmo é acertar o rosto da galera adversária. Se você tem dúvidas em relação ao mérito desta “masculinidade” que acontece na competição, experimente derramar apenas uma gota de vinagre no olho para ver a sua reação.

3. Ba

Essa “partida de macho” acontece na Escócia desde o século 17, envolvendo 350 escoceses (divididos em dois times), que disputam a posse de uma bola que deve ser levada até a base adversária do outro lado da cidade na raça. Ficou com vontade de participar? Basta pegar um voo para lá entre o natal e ano novo, pois a competição acontece de 26 de dezembro até o primeiro dia do ano novo.

4. Wasserschlacht Festival

Traduzido do alemão “Guerra de Água”, trata-se de uma festa que acontece nos domingos de verão, envolvendo uma verdadeira guerra desenfreada de fraldas sujas e ovos podres em uma ponte de Berlim. Que ideia mais bizarra, não?

Atualmente, essa comemoração — no mínimo inusitada — está oficialmente proibida pelas autoridades locais, e o motivo é bem lógico: quantidade excessiva de participantes e por conta da destruição de carros e lojas em anos anteriores. E você, ficou com vontade de jogar merda nos outros?

5. Kavadi de Taipusam

Se você estiver nas ruas da Índia, Malásia ou Singapura em 27 de janeiro, terá a chance de conferir uma celebração religiosa bem diferente, em que todos os devotos perfuram algumas partes do corpo (bochecha, língua e testa) com uma espécie de “espeto milagroso”. Não contentes, eles ainda percorrem as ruas com pesos presos às suas costas por ganchos bem bizarros. Isso com certeza é coisa para “macho”.

6. Darwin Beer Can Regatta

Tradicional competição que acontece em Darwin, Austrália, sempre no dia 15 de julho. O objetivo é bem simples: construir o melhor e mais resistente barco com latas de cerveja, assim como de refrigerantes e garrafas de leite, também. Você faz ideia de quantas cervejas vai precisar tomar para construir um barco com as latas? Ou você ficaria apenas no “leitinho”?

7. Calcio Storico

Bom, se você achava que conhecia futebol, está enganado! Esse “Futebol Histórico” realizado anualmente pelos italianos em Florença, Itália, é bem diferente desse esporte a que estamos acostumados em terras tupiniquins.

São dois times com 27 jogadores cada e não se joga com o pé, mas sim com a mão. E tem mais: não existem faltas nem substituições no jogo. Na verdade, se você reparar na pancadaria que rola solta no vídeo, essa competição está mais para rúgbi ou hóquei, não?

8. Bolas de Fuego

Desde a década de 20, os “machos” de Nejapa, em El Salvador, celebram o dia 31 de agosto de um jeito bem inusitado, arremessando bolas de fogos uns nos outros. Essa tradição bizarra — para não dizer perigosa — começou depois que um vulcão cuspiu lavas na cidade em 1920. Você teria coragem de participar de uma celebração dessas, ou então ficar assistindo?

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.