Boicote, mentor, silhueta, masoquismo... De onde surgiram essas palavras?
07
Compartilhamentos

Boicote, mentor, silhueta, masoquismo... De onde surgiram essas palavras?

Último Vídeo

Imagine que você sabe, com certeza absoluta, qual foi a primeira pessoa a habitar a Terra. Desconsidere, apenas por enquanto, tudo o que você aprendeu em suas aulas de Religião ou estudando Antropologia. O que queremos é que você seja criativo e desapegado. A ideia é olhar com olhos curiosos para a primeira pessoa do mundo, observá-la de perto e reparar em tudo o que ela fala – porque a primeira pessoa do mundo, aqui nessa brincadeira, já é capaz de falar.

O que será que essa pessoa diria? Como seria a voz dela? Difícil responder, não é mesmo? Principalmente se considerarmos que ela não vai dizer nada que faça parte do seu vocabulário atualmente.

A linguagem é uma ferramenta complexa, criada pelo ser humano, que tem essa constante necessidade de se comunicar. Muitas palavras que você conhece hoje têm origem em tempos e situações que você talvez não faça nem ideia.

O fato é que a comunicação humana é complexa e fantástica ao mesmo tempo, e é sempre bom conhecer um pouco mais sobre ela, saber suas facetas. Confira a origem de algumas palavras a seguir e depois nos conte se você já sabia disso e se, por acaso, acabou lembrando alguma história parecida. Não deixe de nos contar! A gente adora se comunicar.

1 – Silhueta

Fonte da imagem: Reprodução/Artpages

A palavra tem origem no nome do ministro de finanças francês Etienne de Silhouette, que tinha o costume de deixar tudo parecendo luxuoso. Para isso, ele fazia alguns tratamentos de aparência com ouro e tinha cuidado especial com louças e talheres. Como passatempo, Silhouette gostava de fazer desenhos em papel – as formas de silhuetas como conhecemos hoje.

A princípio, o termo era usado para criticar e fazer piada a respeito do ministro. “Silhouette” era a palavra que designava algo feito “por cima”, sem muito cuidado. Se quiser consultar o significado do termo atualmente, clique aqui.

2 – Mentor

Fonte da imagem: Reprodução/Picstopin

Todos nós, de uma maneira ou de outra, temos alguém de confiança, a quem recorremos em momentos de dificuldade ou indecisão. A figura dessa pessoa sábia teve origem na mitologia grega e é usada até os dias de hoje, com o mesmo sentido de antes, em diversas culturas.

3 – Boicote

Fonte da imagem: Reprodução/Maggieblanck

“Boicotar” é dispor-se a fazer alguma coisa e não fazer, propositalmente. O termo é usado graças a Charles Boycott, um capitão inglês que vivia na Irlanda e, durante uma crise em 1880, tentou impedir uma manifestação popular que reivindicava diminuição nas taxas cobradas pelo aluguel.

Como resposta ao autoritarismo de Boycott, os manifestantes fizeram uma paralização geral: ninguém mais trabalhou para ele, nem mesmo os funcionários responsáveis pelas entregas de cartas. Ninguém. Tudo parou, e Boycott começou a ter prejuízos. Foi aí que ele percebeu que seria mais fácil simplesmente autorizar a redução do valor dos aluguéis.

4 – Sanduíche

Fonte da imagem: Reprodução/Polispost

Uma das refeições mais populares de todos os tempos ficou realmente conhecida depois que John Montagu (1718–1792), o 4º Conde de Sandwich, começou a pedir para que seus empregados preparassem recheios diferentes para serem colocados em meio a duas fatias de pão. Assim, ele poderia disputar longas partidas de jogos de baralho sem melecar as cartas. A gente agradece a ideia.

5 – Masoquismo

Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia

Leopold von Sacher Masoch foi um escritor e jornalista austríaco que pregava discursos utópicos de igualdade e justiça. Seus trabalhos descrevem pessoas recebendo punições físicas voluntariamente durante relações sexuais. O que é conhecido hoje como masoquismo era chamado por Masoch de “suprassensualidade”.

*Publicado em 30/10/2013

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.