Procurando um novo emprego? Veja 5 dicas para fazer um currículo perfeito
281
Compartilhamentos

Procurando um novo emprego? Veja 5 dicas para fazer um currículo perfeito

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Que a situação econômica do país não anda muito boa, todo mundo sabe. Diariamente, pessoas são demitidas de seus trabalhos, e a fila de desempregados não para de crescer. Nessa hora, o jeito é colocar a cara à tapa o quanto antes e procurar novas oportunidades.

O primeiro passo para quem busca um novo emprego é, certamente, a elaboração de um currículo atraente, e aí tem muita gente que nem sabe por onde começar. A questão é que, se o currículo não é bom, o candidato, por mais competente que seja, nem é chamado para entrevista. A seguir, confira algumas dicas interessantes para elaborar um bom documento de apresentação profissional:

1 – Informações certas no lugar certo

Algumas pessoas acreditam que fazer um currículo com uma diagramação diferente é o certo, mas não é bem por aí. Lembra a regra do “menos é mais”? É só mantê-la em foco sempre. Um bom currículo é limpo, neutro e legível. Se informações básicas, como nível educacional, dados para contato e principais habilidades, não estiverem ao alcance do primeiro olhar, a coisa complica.

Prefira sempre uma fonte de texto tradicional, como a Times New Roman ou a Arial; não ouse demais na formatação do documento; não faça um currículo colorido; posicione suas informações de contato e de grau de instrução no início da página; e só adicione foto se a vaga solicitar.

2 – Mais clareza, por favor

Um dos itens mais importantes do seu currículo é a relação das suas experiências profissionais anteriores. Digamos que você trabalhou nos últimos anos como vendedor e também balconista, mas agora está enviando seu currículo para uma vaga de uma área diferente – o que o recrutador de funcionários vai pensar? Que você se candidatou à vaga errada ou que você não tem experiência suficiente para o novo cargo.

Se a ideia é mudar de área de atuação, deixe isso claro, mas de maneira sucinta. Abaixo de suas informações pessoais, inclua um campo “objetivo” e o preencha de forma que o empregador entenda que a sua intenção é mudar de ramo mesmo. Nada dos velhos clichês “Gostaria de mostrar meu potencial em uma empresa inovadora e em expansão”. Seja objetivo!

3 – Seja o mais prático possível

A pessoa encarregada de selecionar currículos geralmente tem muitos desses documentos em mãos. Obviamente, ela não vai ler todos os currículos um a um, com cautela. A verdade é que, se as informações principais do seu currículo não puderem ser vistas quando o recrutador bate os olhos no papel, ele provavelmente vai descartá-lo.

Não deixe a fonte do texto pequena a ponto de o documento ficar ilegível. Não centralize nem justifique seu texto – mesmo os subtítulos devem estar alinhados à esquerda –; deixe todo o texto com o mesmo tamanho de fonte; não abuse do negrito; evite usar palavras inteiras em maiúsculo; não use mais de duas linhas para descrever suas experiências profissionais; não se esqueça de que o currículo ideal tem uma página apenas; se possível, deixe um espaço em branco ao final do documento.

4 – Escolha uma linguagem que possa ser entendida por todos

Digamos que você é um profissional que trabalha com Física Quântica. Ainda que seu provável chefe também entenda sobre o assunto, quem vai analisar seu currículo é o responsável pelo RH da empresa, o que significa que essa pessoa precisa entender bem as suas habilidades sem ter de consultar um livro de Física Avançada. A dica aqui é descrevê-las de forma que tanto o Stephen Hawking quanto uma pessoa leiga no assunto consigam entender suas especificações.

Você também pode aproveitar as palavras-chave utilizadas na descrição da vaga para elaborar o seu currículo na hora de descrever suas habilidades e experiências anteriores.

5 – Confira suas informações de contato

Se o seu número de telefone foi digitado errado ou você se esqueceu de atualizar dados pessoais, ser a pessoa mais bem preparada para a vaga e seguir todos os passos acima não vai adiantar de nada. Parece um conselho óbvio demais, mas a verdade é que nervosismo, pressa e falta de atenção são alguns dos fatores que fazem com que uma pessoa acabe deixando um erro como esses passar. Confira os dados uma vez. E mais uma. E mais uma. Sempre.

Para você, qual é o emprego dos sonhos? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.