(Fonte da imagem: Shutterstock)

Já está mais do que comprovado que utilizar o celular ao volante pode provocar acidentes seríssimos no trânsito. Mas e em um avião? Um piloto quase derrubou uma aeronave com capacidade para 220 passageiros porque se esqueceu de baixar o trem de pouso no momento da aterrisagem, logo depois de chegar a Singapura.

O piloto não é nenhum aventureiro de primeira viagem. Segundo o site Gizmodo, ele já possui mais de 13.000 horas de voo de experiência e conhece muito bem os procedimentos para aterrissar uma aeronave desse porte.

Quando o avião chegou a uma altitude de 2.000 pés, o celular do capitão começou a apitar. Distraído com as mensagens de texto que chegavam a seu telefone, ele se esqueceu de baixar o trem de pouso e quase provocou uma tragédia. Quando percebeu o engano, era tarde demais — e um alarme já soava na cabine dizendo estavam voando baixo demais para ativar o trem de pouso com segurança.

Por sorte, eles conseguiram arremeter — a apenas 150 metros do chão — e, posteriormente, pousar com segurança. A Jetstar, companhia aérea responsável pelo voo, decidiu incluir essa lição no treinamento dos novos pilotos e introduziu uma serie de novos procedimentos para evitar que, futuramente, esse tipo de incidente possa ocorrer novamente.