(Fonte da imagem: Thinkstock)

Josh Fox, do site Listverse, decidiu criar uma lista com 10 dos crimes mais curiosos da história em sua opinião, alguns dos quais se transformaram, inclusive, em livros e filmes. Você pode conferir a seleção completa neste link ou verificar uma pequena amostra dos delitos a seguir.

O sequestro do pinguim Dirk

(Fonte da imagem: Reprodução/Listverse )

O crime ocorreu quando três britânicos bêbados, durante suas férias na Austrália, decidiram invadir o parque aquático Sea World. Depois de nadar com golfinhos em uma das piscinas, eles despertaram o pobre pinguim Dirk e o sequestraram.

Os rapazes, que descobriram o pobre animal perambulando pelo quarto do hotel na manhã seguinte, decidiram abandonar Dirk em um canal, local onde o bichinho foi encontrado com fome e traumatizado. Os sequestradores foram obrigados a pagar pesadas multas, e divulgaram um vídeo esclarecendo que não pretendiam causar nenhum trauma ao pobre pinguim.

Roubo ao tesouro inglês em 1303

(Fonte da imagem: Reprodução/Listverse )

O endividado mercador Richard Pudlicott, com o intuito de solucionar seus problemas financeiros, decidiu roubar o tesouro do Rei Edward I em 1303. Depois de subornar alguns membros do clero, prometendo grandes somas de dinheiro, Pudlicott finalmente invadiu a Abadia de Westminster, escapando com a incrível soma de £ 100 mil (algo em torno de R$ 320 mil, uma quantia astronômica para a época).

Contudo, oficiais do rei encontraram várias moedas do tesouro roubado em lojas de penhores e, depois de centenas de prisões e interrogatórios, Pudlicott acabou confessando o crime e sendo condenado à forca. O rei, então, ordenou que o criminoso fosse esfolado, e pendurou sua pele nas portas da abadia como forma de afugentar possíveis ladrões.

Papai Noel em crise

(Fonte da imagem: Reprodução/Listverse)

Marshal Ratliff, um ladrão de bancos do Texas, depois de se ver em apuros econômicos durante a grande depressão nos Estados Unidos nos anos 20, decidiu organizar um assalto na véspera de Natal. Ele se disfarçou de Papai Noel durante o ato, justamente para não chamar a atenção e passear relativamente despercebido até chegar à agência-alvo.

Juntamente com outros três homens — e um pequeno grupo de crianças que começaram a segui-lo —, Ratliff invadiu o banco e tomou posse de US$ 150 mil. Entretanto, para o azar da quadrilha, a polícia foi alertada, e os ladrões apanhados. Um dos membros do grupo acabou morrendo durante a incrível fuga do quarteto e, mesmo depois de condenados, uma multidão acabou capturando Ratliff e enforcando-o.

Caso você queira saber mais sobre os crimes e conferir a lista completa, poderá encontrar o artigo (em inglês) neste link.

Fonte: Listverse