(Fonte da imagem: Reprodução/Palíndromo Mészáros)

Há quase dois anos ocorreu na Hungria um desastre sem precedentes, no qual 700 mil metros cúbicos de resíduos tóxicos de uma refinaria de alumínio acabaram se espalhando por diversos vilarejos. Na época, foram registradas várias mortes, inúmeros feridos, milhares de desabrigados e uma destruição de proporções catastróficas.

Entretanto, apesar de todos os esforços voltados aos inúmeros trabalhos de limpeza e descontaminação, a área afetada está longe de estar recuperada. Muito longe. De acordo com o site American Photo, o fotógrafo espanhol Palíndromo Mészáros esteve no local recentemente, e a faixa vermelha que você vê na imagem acima e que mais parece ser um efeito de Photoshop marca, na verdade, os locais atingidos pelo rio de lama tóxica. Confira as imagens na galeria a seguir:

Fontes: Folha de São Paulo, Palíndromo Mészáros e American Photo