(Fonte da imagem: Thinkstock)

De acordo com uma alarmante notícia publicada pelo The Guardian, Peter Wadhams, um renomado especialista da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, anunciou que o Ártico perderá todo o seu gelo em até quatro anos, afirmando que o colapso já se encontra em andamento e deverá culminar entre os anos de 2015 e 2016.

Segundo Wadhams, um dos mais importantes pesquisadores do mundo sobre o tema, o degelo total do Ártico pode provocar um verdadeiro desastre global, alterando as condições climáticas em várias partes do mundo. Além disso, ele afirma que o derretimento se deve, basicamente, ao aquecimento global, já que as temperaturas mais altas fazem com que menos gelo se forme durante os invernos e que esse mesmo gelo derreta mais depressa no verão.

Colapso iminente

O especialista, que enviou um email ao periódico inglês com as suas previsões, também criticou a falta de atitude por parte dos governos e pediu que ações urgentes sejam adotadas, no sentido de frear as emissões de CO2 e reduzir o avanço do aquecimento global de alguma forma.

Entre as diversas ações, Wadhams sugere a implementação de varias ideias apresentadas recentemente por geoengenheiros, como refletir os raios solares de volta ao espaço, tornar as nuvens mais brancas e, até mesmo, lançar minerais ao mar capazes de absorver partículas de CO2.

Fonte: The Guardian