(Fonte da imagem: Reprodução/InovaçãoTecnológica)

Satélites de monitoramento ambiental registraram recentemente deformações topográficas em uma região central da Cordilheira dos Andes. Os dados sugerem o que pode ser uma atividade vulcânica futura próxima do vulcão Uturuncu — extinto a mais de 270 mil anos.

O local compreende a província vulcânica conhecida como Altiplano-Puna, parte de um arco vulcânico ativo no centro da América do Sul — abrangendo localidades no Peru, sudoeste da Bolívia, Chile e o noroeste da Argentina. A região encerra atualmente diversas “caldeiras” formadas após erupções passadas.

De acordo com estudo publicado na revista Science, dados obtidos pelos satélites Envisat e ERS mostram uma elevação incomum no local. De acordo com os cientistas, o terreno na região mencionada tem se elevado aproximadamente 1 centímetro por ano durante os últimos 20 anos.

Os registros também mostraram que a área que circunda o local afunda cerca de 2 milímetros por ano, sugerindo que a elevação está relacionada à drenagem das regiões limítrofes. Devido ao formato assumido — o de um chapéu de abas largas —, o fenômeno foi batizado de “Elevação Sombrero”. Entretanto, o estudo não revela nenhuma estimativa sobre um possível despertar do Uturuncu.

Fonte: InovaçãoTecnológica