Vulcão submerso dá origem a ilha de praias negras em pleno Oceano Pacífico
153
Compartilhamentos

Vulcão submerso dá origem a ilha de praias negras em pleno Oceano Pacífico

Último Vídeo

Recentemente, uma ilha se formou no território marítimo que abrange o país de Tonga no Oceano Pacífico. Em janeiro, um vulcão submerso entrou em erupção e expeliu grandes quantidades de magma que formaram o terreno da ilha com o passar das semanas (agrupando-se a outras duas pequenas ilhas que existiam na região).

Contudo, de acordo com os estudiosos, essa pequena e nova ilha do Oceano Pacífico pode desaparecer muito em breve, tão subitamente assim como se originou. As fotografias que você vê logo abaixo foram registradas por três homens que subiram até o pico máximo da ilha de poucos meses de idade, que está a 65 quilômetros de distância da capital do país, Nukualofa.

O lugar mais novo da Terra

De acordo com os homens que foram à ilha de praias negras, devido à formação recente o terreno ainda está quente e é bastante atípico. A ilha é basicamente formada por escória – uma rocha vulcânica de cor escura que às vezes pode conter cristais.

Os cientistas acreditam que ela possui um quilômetro e meio de extensão, levantando-se no ponto máximo até 100 metros do nível do mar, porém esses dados podem aumentar ou diminuir conforme o vulcão submerso de comportar.

O Sr. Orbassano, um dos três homens que foi explorar o local, disse que foi bastante perigoso escalar e andar pelo local devido ao calor excessivo expelido pelo chão. Contudo, ele também disse que a natureza peculiar da ilha pode servir de ponto turístico para as pessoas que vão à Tonga – isso é, até outro tipo de erupção ocorrer e a ilha afundar ou expandir. Um lago verde foi avistado pelo Sr. Orbassano, que de acordo com ele cheirava a enxofre.

Segundo ele, existem muitas pedras no solo da ilha e não somente pó como alguns poderiam imaginar, dando um aspecto semelhante ao da Lua ao terreno. O vulcão submerso que originou a nova ilha chama-se Hunga Tonga e está localizado no Círculo de Fogo do Pacífico, conhecido pelo grande número de terremotos e forte atividade vulcânica dentro e fora da água.

A última erupção do Honga Tonga começou em 19 de dezembro de 2014 e estende-se até o momento, com picos com mais explosões e calmarias. Vapor, cinzas, nitrogênio e grandes quantidades de fósforo foram expelidos do oceano e os voos ao redor da região foram cancelados. Além disso, as vegetações das ilhas ao redor da nova ilha foram totalmente destruídas devido à erupção, porém o nível de algas aumentou na área graças à presença de nitrogênio e fósforo na água – o que favorece algumas espécies aquáticas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.