28
Compartilhamentos

9 ilhas que surgiram recentemente no mundo

1. Hunga Tonga

Ao sul de Tonga, o vulcão submarino Hunga Tonga-Hunga Ha’apai entrou em erupção no final de 2014 – pela segunda vez em menos de 5 anos. O que começou com uma nuvem de fumaça saindo do oceano Pacífico logo se transformou em uma ilha rochosa com quase 2 quilômetros de comprimento e 90 metros de altura. Cerca de um mês depois do início da erupção, a ilha acabou se juntando a outra da região. Com 2 meses, ainda permanecia aquecida e já atraía aves, que começaram a fazer seus ninhos.

Ilha já começa a atrair animais

2. Sholan e Jadid

O arquipélago Zubair fica no Mar Vermelho e pertence oficialmente ao Iêmen. Em 2011, a pequena ilha Sholan apareceu depois de 25 dias de erupção vulcânica submarina. Já em 2013, foi a vez de Jadid surgir no mapa, depois de 54 dias de erupção. As duas já diminuíram um pouco de tamanho, devido à erosão causada pelas ondas e pelo vento.

Arquipélago Zubair com as duas ilhas mais recentes em sua formação

3. Nishino-shima

Uma erupção, em novembro de 2013, criou a pequena ilha de Niijima, que fica a 1 mil quilômetros ao sul de Tóquio, no Japão. Até o final desse ano, ela acabou se fundindo à ilha Nishino-shima, que teve origem com a erupção do mesmo vulcão em 1970. Essa ilha original acabou triplicando de tamanho; a expansão da lava foi registrada até outubro de 2015.

Ilha Niijima se fundiu à sua "irmã" mais velha e passou a fazer parte dela

4. Zalzala Koh

Em setembro de 2013, a província de Baluchistan, no Paquistão, sofreu um terremoto de 7,7 graus na escala Richter que deixou um rastro de destruição e mortes. Porém, uma pequena ilha de lama surgiu perto da cidade portuária de Gwadar, causada pela emissão de gás metano que empurrou para cima parte do fundo rochoso e lamacento do mar. Chamada localmente de Zalzala Koh, ou “Montanha do Terremoto”, a ilha deve desaparecer em breve, principalmente depois do esfriamento do gás que a originou.

Ilha deve desaparecer dentro de poucos anos

5. Home Reef

A Home Reef é uma ilha temporária: ao longo dos últimos anos, ela surgiu e desapareceu inúmeras vezes. Ela é causada por erupções vulcânicas perto de Tonga e emergiu pela última vez em 2006, tendo sumido completamente cerca de 2 anos depois. A mais recente erupção, em 2015, poderia ter dado uma nova vida à Home Reef, mas não foi dessa vez.

Ilha temporária de Home Reef está "sumida" desde 2008

6. Norderoogsand

Um banco de areia começou a despontar no Mar do Norte, na costa alemã, em 2003. Uma década depois, ele já ocupava o espaço de 30 acres, abrigando mais de 50 espécies diferentes de plantas e pássaros. A parte curiosa é que esse tipo de ilha, surgido de bancos de areia, costuma sumir depois de tempestades mais severas – algo que ainda não aconteceu com a Norderoogsand.

Grande tempestade pode varrer o banco de areia que forma a ilha

7. Tugtuligssup Sarqardlerssuua

A geleira Steenstrup, na Groenlândia, recuou cerca de 10 quilômetros nos últimos 60 anos devido às mudanças climáticas. Isso revelou ilhas que estavam escondidas na camada de gelo, entre elas a Tugtuligssup Sarqardlerssuua, que estava servindo como uma espécie de âncora para a geleira. Agora, sem esse calço, a geleira pode recuar ainda mais rapidamente, revelando outras possíveis ilhas que devem estar escondidas na Groenlândia.

Fotos de satélite mostram que a ilha, que está sob o risco nas imagens, se "desprendeu" da geleira

8. Kavachi

Kavachi é um dos vulcões submarinos mais ativos do oceano Pacífico e deu origem à ilha de mesmo nome pelo menos nove vezes desde 1939. A última ilha conhecida emergiu em 2002, mas foi erodida por ondas em menos de um ano. Desde então, as erupções de 2004, 2007 e 2014 não foram capazes de recriá-la, porém isso é uma questão de tempo. Os restos das antigas ilhas servem como lar para inúmeras espécies, inclusive de tubarões e arraias, que enfrentam as águas quentes e ácidas em torno do vulcão.

A Kavachi é mais um exemplo de ilha temporária e leva o mesmo nome do vulcão que a origina

9. Roomba

O lago Pinto, na Califórnia (EUA), viu um estranho fenômeno depois das tempestades causadas pelo El Niño, no começo de 2016: um pedaço de meio acre de área úmida coberta de árvores se desprendeu de um dos lados do lago e ficou “boiando” em suas águas. Pessoas da região apelidaram a ilha flutuante de Roomba, que se acomodou em um banco de terra e deve permanecer por lá ou até mesmo se desintegrar, caso não consiga criar raízes.

Ilha flutuante atrai turistas ao lago Pinto

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER