Olho do Saara encanta astronautas e intriga os cientistas
941
Compartilhamentos

Olho do Saara encanta astronautas e intriga os cientistas

Último Vídeo

Em 1965, a missão espacial Gemini IV ficou 4 dias na órbita da Terra e tinha como objetivo fotografar a superfície do nosso planeta em busca de padrões circulares que pudessem representar impactos de objetos vindos do espaço. Foi assim que os cientistas descobriram o Olho do Saara – uma estrutura circular com 40 quilômetros de diâmetro no oeste do deserto, mais precisamente na Mauritânia.

Mais de 50 anos se passaram, e a formação ainda segue um enigma para os pesquisadores. Chamado também de estrutura Richat, o Olho do Saara pode ter sido formado há mais de 100 milhões de anos, de acordo com dois geólogos canadenses. Quando o megacontinente Pangeia começou a ser separado por conta dos movimentos das placas tectônicas, rochas derretidas foram empurradas para cima, em direção à superfície.

Entretanto, nem todas essas rochas teriam chegado de fato à superfície, criando várias camadas, como uma grande bolha. Esse movimento também deu origem a falhas que circundam e atravessam o Olho do Saara. Já no centro da formação, as rochas derretidas também dissolveram o calcário, que entrou em colapso e criou rochas sedimentares.

Estrutura é mais bem vista do espaço

Seria a cidade perdida de Atlântida?

Cerca de 100 milhões de anos atrás, o Olho do Saara teria surgido violentamente; isto é, a tal bolha de rochas desabou parcialmente, e a erosão transformou a estrutura que vemos hoje em dia. Os anéis do Olho são feitos de rochas de diferentes tipos, corroídas em velocidades diferentes. Já o círculo mais claro perto do centro é feito de rocha vulcânica, que surgiu no momento da explosão do Olho.

O Olho do Saara se tornou um lugar adorado pelos astronautas – o Saara, segundo eles, é um mar ininterrupto de areia, bastante monótono. Como o Olho é muito mais visível do espaço, quem tem o privilégio de vê-lo não se esquece com facilidade. Claro que tantos mistérios em torno da sua formação fazem surgir diversas teorias: tem gente que acha que a estrutura seria os restos da cidade perdida de Atlântida, que Platão descreve como tendo anéis concêntricos de água e terra. Será?

Cidade perdida de Atlântida estaria no Saara?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.