Conheça a história do urso que foi membro oficial do exército polonês
309
Compartilhamentos

Conheça a história do urso que foi membro oficial do exército polonês

Último Vídeo

Responda rápido: quais são os requisitos para que um candidato seja admitido como membro do exército de seu país? Boa condição física, bons resultados em provas de resistência, maioridade e por aí vai. Não é muito difícil deduzir algumas das respostas, e é por isso que a história a seguir vai surpreender você: a Polônia, durante a Segunda Guerra Mundial, contou com um urso como soldado. Sim, um urso.

O país havia sido invadido pela Rússia e pela Alemanha, fazendo com que o exército de lá abandonasse Varsóvia, mas continuasse a lutar, ainda que fora de seu país. A Rússia foi posteriormente atacada pela Alemanha e resolveu então libertar alguns de seus prisioneiros poloneses. Esses prisioneiros libertos viriam a formar um novo exército.

Os poloneses recém-libertos foram em direção ao Egito e à Palestina, com a intenção de reunir mais homens e ter pessoal suficiente para lutar contra os inimigos ingleses. E aí, em meio a essa história de guerra, entra o urso.

Mascote

Fonte da imagem: Reprodução/thehighroad

Os soldados estavam em regiões montanhosas quando se depararam com um menino que havia encontrado um filhote de urso havia pouco tempo – como a comida estava escassa, o menino concordou em trocar o urso por carne enlatada. O animal foi batizado de Wojtek, que significa “aquele que gosta de guerra”.

Não demorou para que o urso fosse tido como um animal de estimação e, depois, como um soldado. Garry Paulin, em seu livro sobre o assunto, afirmou que aqueles soldados estavam devastados, derrotados, famintos, desesperados, e que o urso era o único incentivo que eles tinham.

Wojtek foi nomeado, então, membro da Artilharia Polonesa do Segundo Batalhão. Os soldados passaram por locais como Iraque, Síria, Palestina e Egito. O urso estava sempre com eles.

Criação

Fonte da imagem: Reprodução/TodayIFoundOut

Quando ainda era um bebê, o urso foi alimentado com leite condensado, e sua mamadeira era feita com garrafas vazias de vodca – para balancear a alimentação, Wojtek comia muitas frutas também, além de mel. Depois, o soldado começou a comer alimentos mais sólidos. Quando ficou adulto, recebia cerveja, o que se tornou a bebida favorita do ursinho. Wojtek também fumava e comia alguns cigarros.

Apesar desses hábitos de vida meio errados, o urso cresceu bem, alcançou quase 2 metros de altura e chegou a pesar 219 kg. Entre os passatempos favoritos de Wojtek estavam brincadeiras como cabo-de-guerra e lutas.

A interação do urso não acontecia apenas com os soldados, mas também com animais. Seu melhor amigo era um dálmata, pertencente a um oficial inglês. O problema de Wojtek eram os cavalos, de quem já tinha levado alguns coices durante tentativas de aproximação.

Missões

Fonte da imagem: Reprodução/TodayIFoundOut

Seu trabalho de fato começou na Palestina, quando ele ajudou a capturar um ladrão de munição – a tarefa foi relativamente simples, já que Wojtek dormia no depósito quando o homem entrou para roubar alguns itens e foi surpreendido por um urso chateado. O bicho foi presenteado, na ocasião, com uma garrafa de cerveja.

Em 1944, quando os soldados iriam para Nápoles, foram impedidos de embarcar no navio com Wojtek. O problema foi resolvido, contudo, com a compra de uma passagem para o urso, que, a essa altura, já sabia fazer o sinal de saudação dos soldados. Quando chegaram a Nápoles, os soldados poloneses tiveram que se apresentar e o urso causou grande espanto.

Brasão

Fonte da imagem: Reprodução/TodayIFoundOut

Não demorou para que todos entendessem que Wojtek era muito mais que um mascote, até porque, durante uma série de assaltos que ficou conhecida como “Batalha de Monte Cassino”, o urso foi de grande ajuda; afinal, ele havia sido treinado e carregava materiais pesados.

Depois da batalha, uma medalha do urso ajudando a carregar peso foi feita em sua homenagem, tornando-se o brasão oficial do batalhão polonês – a imagem era usada em veículos, bandeiras e uniformes.

Com o final da guerra, muitos soldados poloneses ficaram abrigados na Escócia por algum tempo e depois retornaram para suas casas. Wojtek ficou em um zoológico de Edimburgo, onde se tornou uma atração famosa e recebia constantes visitas dos amigos poloneses. O urso soldado morreu aos 22 anos, em 1963.

*Publicado em 1/10/2013

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.