(Fonte da imagem: Reprodução/Startram)

Todos nós já sonhamos em algum dia poder pegar carona em algum foguete espacial, não é mesmo? Mas na verdade, eles servem para transportar pouco mais que o próprio combustível.

Pensando em alternativas para tornar o transporte espacial mais acessível e barato, uma dupla de engenheiros criou o Projeto Startram. Baseado na tecnologia Maglev, ou seja, de trens de levitação magnética, os inventores James Powell e George Maise propõem a construção de um túnel de aproximadamente 130 quilômetros que acompanharia o contorno de uma montanha e levaria o trem até o espaço. O interior do túnel seria mantido a vácuo, e o trem espacial lançado a aproximadamente 32 mil quilômetros por hora.

(Fonte da imagem: Reprodução/Startram)

O custo estimado do projeto para transporte de materiais é de 20 bilhões de dólares, e ele demoraria 10 anos para ser concluído. Também existe uma estimativa para o transporte de humanos, que demoraria 20 anos para ser construído e custaria 60 bilhões. Neste caso, para que seja possível transportar humanos, a proposta original teria que passar por alguns ajustes, pois ninguém sobreviveria à aceleração da gravidade de aproximadamente 300 m/s2 que a viagem oferece!

A NASA tem estado de olho em sistemas envolvendo a tecnologia Maglev já faz algum tempo, e quem sabe não surge uma parceria de sucesso que torne as viagens espaciais um sonho possível para todos?