Será que a Ciência poderá nos transformar em super-humanos algum dia?
563
Compartilhamentos

Será que a Ciência poderá nos transformar em super-humanos algum dia?

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Considere os principais atributos de super-heróis como o Homem de Ferro e o Capitão América. Você já parou para pensar que existem, por exemplo, exoesqueletos em desenvolvimento pelo mundo, assim como pesquisas focadas em frear o envelhecimento e tornar os seres humanos mais fortes e inteligentes? Esses avanços todos estão acontecendo agora e na vida real — mas será que algum dia a Ciência poderá nos transformar em super-humanos?

Superarmaduras

Já existem diversos protótipos de exoesqueletos pelo mundo, e alguns modelos inclusive já saíram dos laboratórios e estão sendo usados para melhorar a vida de pessoas que convivem com deficiências físicas. Além disso, vários projetos em andamento estão focados no desenvolvimento de dispositivos para proteger e tornar os soldados mais fortes e rápidos nos campos de batalha, por exemplo.

Já existem exoesqueletos em uso

Na verdade, várias das tecnologias presentes na armadura de Tony Stark já foram desenvolvidas e são uma realidade. No entanto, nenhum dos exoesqueletos produzidos até hoje está perto de ser tão sofisticado e poderoso como o usado pelo Homem de Ferro.

O problema de conseguir reproduzir na vida real o mesmo tipo de armadura utilizada pelo herói da ficção é que um equipamento como o dele precisaria de uma fonte de energia incrivelmente potente para mantê-lo em funcionamento. De qualquer forma, considerando a rapidez com que as tecnologias estão avançando, quem garante que em breve os cientistas não vão acabar inventando um minirreator mirabolante e encontrando uma forma de contornar essa dificuldade!?

Superpoderes

Se o desenvolvimento de exoesqueletos parecidos com a armadura do Homem de Ferro é uma alternativa plausível, o que dizer de humanos “melhorados” e com habilidades extraordinárias — como é o caso do Capitão América? Pelo menos em animais, os cientistas já provaram que é possível manipular e aperfeiçoar características como desempenho físico, inteligência e longevidade, entre outras.

Um dia a gente chega lá, né?

Com relação a nós, pessoinhas simples e ordinárias, os especialistas acreditam que seria possível, sim, aumentar força, vigor e uma série de habilidades físicas e mentais por meio da manipulação genética — e nos tornar humanos aprimorados.

A dificuldade, no entanto, é que existem incontáveis restrições éticas associadas com a realização de ensaios clínicos e as modificações do DNA em vigência, sem falar no imenso investimento que essas iniciativas todas exigem. Portanto, pode demorar um pouquinho até que os primeiros “Steve Rogers” da vida real surjam por aí. Mas, uma coisa é certa: tudo indica que é apenas uma questão de tempo até que a Ciência nos transforme em super-humanos.

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.