(Fonte da imagem: Reprodução/Arizona University)

Você já parou para analisar como são instalados os sistemas de canos que levam água das centrais de saneamento até sua casa? Todos são compostos de concreto ou outros materiais pesados, o que torna a produção e o transporte deles muito caros. Pensando em melhorar o processo, um professor da Universidade do Arizona (Estados Unidos) decidiu criar um novo material para os encanamentos.

Sendo chamado de InfinitiPipe, o novo cano é produzido com plástico aeroespacial ultraleve, que ainda é coberto por resina de fibras de carbono para impermeabilização mais efetiva. O ponto alto deste sistema é a menor necessidade de junções, o que permite a utilização de canos maiores antes que uma conexão seja realizada (deixando os custos mais baixos).

(Fonte da imagem: Reprodução/Arizona University)

Enquanto uma manilha de concreto precisa de juntas a cada 6 metros, o InfinitiPipe pode seguir por até 300 metros sem uma conexão – é por isso que o consideram "infinito". Dessa forma, a instalação deles pode ser mais econômica. Como já dissemos, o valor do transporte do material é muito mais baixo que o gasto com canos de concreto, pois o peso de cada um deles é muito menor – gerando menos consumo de combustível, por exemplo.

Fonte: Gizmag e Arizona University