(Fonte da imagem: Inhabitat)

Uma ponte que divide as águas de um lago calmo e silencioso: essa é a visão de quem chega ao Fort de Roovere, que é recortado pela Sunken Bridge, uma ponte de pedestres bastante inusitada. A construção foi originalmente projetada como uma forma de atravessar um dos lagos criados na região conhecida como “West Brabant Water Line”, parte das linhas de defesa Holandesa.

O projeto e sua execução se deram durante o século XVII, protegendo os Países Baixos da invasão de França e Espanha. O fosso é fundo o suficiente para que seja impossível de se atravessar marchando, mas, ao mesmo tempo, muito raso para que qualquer embarcação de grande porte conseguisse navegar por ele.

Conhecida também como A Ponte de Moisés (em referência à passagem bíblica em que o Mar Vermelho é dividido ao meio para a passagem de pedestres), a Sunken Bridge é praticamente invisível aos olhos a longas distâncias. Isso é proporcionado pelo nível da água, que chega até a borda da ponte.

(Fonte da imagem: Inhabitat)

A ponte foi revestida com Accoya, um tipo de madeira que passa por um processo de modificação atóxico e que ajuda a prevenir a degradação por fungos, aumentando sua durabilidade, sendo um material perfeito para a construção de uma ponte submersa.