Plataforma de gelo maior que Manhattan está para se soltar da Antártida
896
Compartilhamentos

Plataforma de gelo maior que Manhattan está para se soltar da Antártida

Último Vídeo

Imagine um pedação de gelo com cerca de 50 quilômetros de comprimento e 35 km de largura. Gigantesco, certo? Para você ter uma ideia, as dimensões desse enorme fragmento são equivalentes ao dobro de Manhattan, um dos distritos mais povoados de Nova York, e, de acordo com Fiona MacDonald, do portal Science Alert, ele está para se soltar da Antártida em breve.

Segundo Fiona, pesquisadores da NASA descobriram que havia a grande fissura — que fica no manto de gelo Nansen, na baía de Terra Nova — em imagens de satélite capturadas em 2008. Então, no final do ano passado, cientistas da agência espacial foram até a Antártida para investigar e notaram que a “rachadura” havia aumentado significativamente, e agora ela se estende por quase todo o manto.

Quebra-gelo

Conforme explicaram os pesquisadores, a fissura percorre a parte dianteira da plataforma de gelo de forma mais ou menos paralela. Além disso, eles também acreditam que, com o outono/inverno chegando ao Hemisfério Sul nos próximos meses, existe a possibilidade de que as coisas se mantenham estáveis por mais algum tempo.

Em realidade, o rompimento de plataformas de gelo é um fenômeno bastante frequente, e diversos fatores — como a ação das correntes oceânicas e das marés — exercem influência sobre o processo. No entanto, embora ele nem sempre seja provocado pelo aquecimento global, vale ressaltar que diversas rupturas importantes que ocorreram nos últimos anos parecem estar, sim, relacionadas com o aumento da temperatura global.

Segundo Fiona, o índice de perda nas plataformas de gelo aumentou bastante nas últimas duas décadas, e, durante esse período, a de Larsen, por exemplo, que fica na parte noroeste do mar de Weddell, sofreu uma redução de 75% de sua área, fato que tem ligação com as mudanças climáticas provocadas pelo aquecimento global.

Consequências

O problema é que, embora o rompimento propriamente dito da plataforma de gelo não cause a elevação do nível do mar, sua presença contribui para desacelerar a perda de gelo no interior do continente — e esse derretimento, sim, pode levar ao aumento do nível dos mares.

Fissura  na plataforma de gelo quando ela foi detectada 

Além disso, o desprendimento de gelo produz icebergs que podem não só representar riscos de colisão a embarcações, mas também afetar a fauna da região. No início do ano, por exemplo, cerca de 15 mil pinguins acabaram morrendo quando uma dessas montanhas de gelo bloqueou seu acesso ao mar e, com isso, cortou sua fonte de alimentos.

Fissura na plataforma de gelo atualmente

De acordo com Fiona, os cientistas ainda estão tentando entender o que, exatamente, causa o colapso dessas plataformas de gelo, o que acontece depois de seu rompimento e o que pode ser feito para frear e até evitar o processo. Portanto, o pessoal da NASA está aproveitando a oportunidade para coletar a maior quantidade de dados possível a fim de descobrir como a fissura se formou e o que vai ocorrer após a plataforma se soltar.

Você gostaria de ver um iceberg de perto? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.