Nojento: ator pornô japonês abre café que serve comida com sabor de cocô
1.067
Compartilhamentos

Nojento: ator pornô japonês abre café que serve comida com sabor de cocô

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Quando você pensava que já tinha visto de tudo neste mundo, eis que aparece uma criatura como Ken Shimizu — o japonês de quem vamos falar a seguir — para te surpreender. Isso porque, para se destacar dos demais cafés malucos que existem no Japão, como o que tem corujas para atrair os clientes, o que atende bichos de pelúcia e o que oferece afagos aos fregueses carentes, Shimizu decidiu abrir um estabelecimento que serve comida com gosto de cocô.

E sabe o que é pior? A comida não se limita apenas a ter aparência e textura de fezes humanas. De acordo com Khushbu Shah, do portal First We Feast, o curry servido no café é preparado com uma miscelânea de ingredientes para que o sabor seja o mais parecido possível com o de excrementos — para que os comensais possam saciar a curiosidade (mórbida?) de saber que gosto o cocô tem.

Conhecimento de causa

Segundo Shah, Ken Shimizu é um famoso ator pornô japonês — conhecido pelo nome artístico de “Shimiken” — que, apesar de não ter frequentado nenhuma escola de culinária especializada (porque não existe uma!), tem um vasto conhecimento na degustação de fezes. Conforme explicou Hiroki Okada, gerente do café, Shimizu praticou a coprofagia em seus filmes e teria consumido os excrementos de, pelo menos, 250 pessoas.

Assim, com tamanho conhecimento de causa, o estabelecimento de Shimizu serve um curry que ele batizou de Unko feito à base de cebolas, carne de frango moída, cenouras, chá verde, abóbora e chocolate em pó. Depois, o chef adiciona uma pitada de peixe — cavala — fermentado e desidratado, que dá um toque especial ao aroma da iguaria. Para finalizar, o preparado é servido em pratos que imitam vasos sanitários, e rolos de papel higiênico são usados como guardanapo. Uma verdadeira delicatessen!

O mais surpreendente é que, só durante o mês em que o café foi inaugurado — agosto —, mais de 300 pessoas estiveram no local. E segundo Okada, a grande maioria raspou as privadinhas. Aliás, alguns comensais inclusive se tornaram clientes assíduos, e há quem volte diariamente para mais.

De acordo com Maggie Hiufu Wong, da CNN, o café foi aberto em Tóquio, e só depois de que uma pesquisa de mercado fosse conduzida. Conforme disse, 400 adultos foram entrevistados, dos quais 85% afirmaram que jamais iriam a um local que servisse cocô como comida. No entanto, Shimiken decidiu desafiar os resultados e abrir o estabelecimento mesmo assim — e, de momento, a “caca” que ele resolveu servir está agradando.

Qual é a comida mais nojenta que você conhece? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.