(Fonte da imagem: Reprodução/New Scientist)

De acordo com o site New Scientist, pesquisadores da Northwestern University, do estado de Illinois, Estados Unidos, estão trabalhando em um novo metamaterial, que tem a capacidade de aumentar de tamanho quando comprimido e de reduzir suas dimensões ao ser esticado.

Em outras palavras, ao ser apertado, o material aumentaria de tamanho e, para fazer com que ele volte ao tamanho normal, bastaria com esticá-lo. Isso seria possível devido à disposição molecular de sua estrutura.

As moléculas se encontrarão divididas em quatro camadas, organizadas de forma linear. As duas camadas mais internas — que se atraem — repeliriam as duas mais externas, assim, quando o material fosse comprimido, as moléculas internas ficariam mais próximas, o que aumentaria o poder de repelir as camadas mais externas, fazendo com que o material aumentasse de tamanho.

Entretanto, ao esticar o material, a atração interna seria rompida, eliminando o poder de repulsão entre as camadas internas e externas, fazendo com que o material voltasse ao tamanho normal.

Embora ainda não tenha saído do papel — e a "mágica" por trás da ideia ainda seja difícil de entender —, os criadores esperam poder utilizá-lo na fabricação de equipamentos para a proteção de veículos militares ou armaduras corporais, por exemplo.

Fontes: Nature e New Scientist